CE: Ônibus ganham vias preferenciais nesta segunda em Fortaleza

O trânsito da Avenida Bezerra de Menezes vai sofrer grandes modificações a partir da próxima segunda-feira (13), pois a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e a Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania de Fortaleza (AMC) vão destinar duas das quatro faixas de tráfego da via para a circulação preferencial de ônibus, veículos do transporte complementar e táxi com passageiros.

Essas mudanças são frutos da implantação do Serviço Rápido de Ônibus de Fortaleza (BRS-FOR). As faixas preferenciais estão separadas das outras através de uma linha contínua de cor azul. O horário de funcionamento da novidade é de 5h às 21h durante os dias úteis, 5h às 16h aos sábados e não funcionarão aos domingos e feriados.

Os carros, motos e caminhões vão ter que usar as outras duas faixas, mas, para ter acesso a algum local que fica na área preferencial, eles poderão percorrer, no máximo, 100 metros.

Para garantir o tráfego e coibir o estacionamento irregular, 216 agentes da Etufor e dez da AMC vão estar trabalhando ao longo de toda a via.

Conforme a prefeita Luizianne Lins, o BRS-FOR é essencial para o transporte público da Capital, pois vai beneficiar 200 mil passageiros. Além disso, a expectativa é de que aumente a velocidade operacional dos ônibus de 12 quilômetros por hora para 24 quilômetros por hora.

“Nos últimos anos, houve um aquecimento do setor de automóveis e isso fez com que as cidades ficassem com muitos veículos em suas ruas. Fortaleza, em 2005, tinha uma frota de 480 mil veículos e, hoje, esse número subiu para 790 mil. Não tem como acompanhar essa demanda somente com a abertura de novas ruas”, disse a prefeita.

Luizianne ressaltou que todas as mudanças causam estranheza e, com essa, não será diferente, por isso, os agentes da Etufor vão trabalhar para orientar a população. “Mesmo que seja difícil no começo, a Prefeitura vai trabalhar para que todos vejam que terão a vida facilitada”, disse.

Segundo o presidente da Etufor, Ademar Gondim, esse é o projeto piloto e algumas mudanças ainda serão feitas, como a inclusão dos transportes escolares na faixa preferencial.

Gondim acrescentou que o BRS-FOR foi fácil de ser implantado porque utilizou toda a estrutura que a cidade já possuía. “Esse é o primeiro passo para que, no futuro, o Trânsito Rápido de Ônibus (BRT) possa ser instalado em Fortaleza”, frisou.

Neste momento, ressaltou o presidente, os agentes da AMC e Etufor vão procurar orientar e educar a população. Somente depois desse período é que as multas vão começar a ser aplicadas.

Adaptação: 200 mil passageiros do transporte público que trafegam pela Avenida Bezerra de Menezes serão beneficiados com as linhas preferenciais da via. 10 agentes de trânsito da AMC vão atuar na avenida para orientar os motoristas sobre as mudanças e também coibindo o estacionamento irregular.

Paradas também serão modificadas: As mudanças na Avenida Bezerra de Menezes não vão afetar somente quem anda pelo asfalto, mas também os passageiros do transporte coletivo, pois as linhas que passam pela via serão divididas em três grupos e cada uma terá seus próprios pontos de parada. Os passageiros e motoristas que trafegam pelo local ainda não sabem se a medida vai realmente funcionar.

As linhas serão divididas nos grupos 1, 2 e 3 e serão identificadas por um adesivo afixado no vidro da frente dos coletivos. Ao trafegarem na Av. Bezerra de Menezes, essas linhas vão parar somente nos pontos que tiverem a sinalização correspondente a elas. O ônibus classificado no grupo 1, por exemplo, só poderá realizar o embarque e desembarque dos seus passageiros nas paradas que tiverem a identificação BRS-FOR1. Cada um dos três grupos terá ônibus urbanos, complementares urbano e metropolitanos.

Assim como a identificação nos ônibus, todos os pontos de parada contarão com abrigos sinalizados com os números 1, 2 ou 3 e informações das linhas que realizam o embarque e desembarque naquele local. A distância entre esses pontos de parada será de 600 metros.

Para o estudante Ricardo Peres, as mudanças na avenida não vão funcionar porque dificilmente a população vai deixar de utilizar as vias preferenciais quando estiver bastante engarrafado. “Se com quatro vias já fica um engarrafamento gigante nos horários de pico, imagina com apenas duas para carros, motos e caminhões”, disse.

Para ele, a melhor forma de diminuir o trânsito da Capital é melhorando a qualidade do transporte público, e não apenas deixando duas vias livres para os ônibus. “O transporte coletivo fica mais rápido, mas continua lotado e com outros sérios problemas”, reclamou.

O comerciante Fernando Rodrigues acredita que haverá muita confusão para os passageiros de ônibus na segunda-feira, pois muitos não vão saber em que pontos de ônibus poderão pegar a sua condução. “Imagina você chegar aqui na segunda, pela manhã, atrasado para ir ao trabalho ou faculdade e ainda ter que procurar o ponto de ônibus certo. Vai ser um caos”, prevê.

Foto: Helene Santos (Diário do Nordeste)
Fonte: Diário do Nordeste

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.