Mossoró: Sindicato dos Motoristas informa retorno dos ônibus às linhas

Após ser advertida pela Prefeitura de Mossoró, a empresa de transporte público de passageiros Cidade do Sol colocou de volta em circulação cinco ônibus que haviam sido retirados de quatro diferentes linhas nos primeiros dias de janeiro. Os veículos voltaram às ruas a partir da terça-feira, 8, e a normalização ocorreu durante a semana.
Segundo Francisco de Assis de Medeiros, presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Transportes Rodoviários de Cargas e Passageiros de Mossoró e Região Oeste do Rio Grande do Norte (SINTROM/RN), saíram de circulação cinco ônibus: dois da linha Juvenal Lamartine (os únicos que haviam), um do bairro Liberdade (onde há três), um do Belo Horizonte (também com três) e um do Nova Vida (dos cinco que existem).
“Todo ano, em época de férias escolares, as empresas costumam retirar ônibus por que o movimento cai e para fazer manutenção nos veículos. Fora isso, é normal também as empresas retirarem para fazer manutenção. Todos os dias, seis ou oito ônibus, estão nas garagens sendo consertados e daí que tem que tirar ônibus de uma linha para colocar em outra”, informou Francisco de Assis.
O presidente do Sintrom destaca que o vandalismo, a falta de estruturas de paradas ônibus (quando elas existem), a atuação de transporte clandestinos e os custos de manutenção são responsáveis por trazer prejuízos às empresas, o que resulta, na qualidade da prestação dos serviços.A gratuidade sem controle é outro alvo de crítica de Francisco de Assis. “É quase um serviço filantrópico que as empresas oferecem. Não tem condições transportar quase 500 mil pessoas de graça num período de seis meses, que foi o que aconteceu ano passado. Quem paga a conta?”, questiona.
Um funcionário da Cidade do Sol informou que os diretores da empresa estavam em Natal e ele não tinha autorização para repassar o contato dos mesmos à nossa equipe de reportagem.

Fonte: Gazeta do Oeste

Compartilhe esta matéria

Administração UNIBUS RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *