Governadora lança edital das obras do Pró-Transporte para Zona Norte de Natal

Durante uma coletiva de imprensa realizada na manhã da última sexta-feira (8), na Governadoria, a chefe do Executivo Estadual, Rosalba Ciarlini, apresentou o novo projeto de uma das mais importantes obras viárias do Rio Grande do Norte. O Pró-Transporte, que deveria ter sido iniciado em 2004, foi absorvido pela atual gestão do Governo do RN em um investimento de R$ 82 milhões. Os recursos já estão assegurados pelo Orçamento Geral da União e pelo Programa Federal Pró-Transporte, ambos repassados pela Caixa Econômica Federal, somados aos recursos do Pró-Investe, através de um contato celebrado pelo Governo do RN com o Banco do Brasil.
 
O edital para o projeto foi publicado no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira e a licitação está marcada para o dia 22 de março deste ano. A intenção é que até a primeira quinzena de maio de 2013 seja expedida a ordem de serviço e, a partir daí, serão mais 24 meses até a entrega da obra que terá 15 km de extensão e serão realizada nas avenidas Conselheiro Tristão, Moema Tinoco, no trecho Norte, próximo a BR-101, a nas avenidas Tocantínea e Rio Doce. O projeto será executado em duas etapas, sendo a primeira no eixo Fronteiras, com 6 km de extensão, e a parte complementar no Eixo Moema Tinoco, com 9 km.
 
O Pró-Transporte contemplará um projeto urbanístico e, em alguns trechos, as pistas sairão de duas para seis faixas, implantação de 20 km de calçadas, 11 km de ciclovias, para garantir uma maior qualidade de vida e permitir uma alternativa ao transporte público, e 56 terminais de passageiros. Com o projeto entregue, as principais mudanças serão notadas na fluidez e agilidade do tráfego de veículos e na valorização do turismo, em especial na Zona Norte, que receberá novas pistas para acesso a ponte Newton Navarro, bem como acessos ao aeroporto de São Gonçalo do Amarante, e o viaduto do “Gancho”, próximo ao supermercado Nordestão de Igapó.
 
A governadora Rosalba Ciarlini enfatizou a importância da obra e declarou que toda a capital do RN será beneficiada com a obra de mobilidade urbana. “O Pró-Transporte estava parado há oito anos e é muito importante para o desenvolvimento de Natal porque interligará e dará mais mobilidade às zonas Norte e Sul da capital. No entanto, a maior beneficiada será mesmo a Zona Norte, que será reestruturada e terá uma grande melhoria no trânsito para que as pessoas vivam melhor”, disse.
 
A secretária de Estado da Infraestrutura, Kátia Pinto, falou que o Pró-Transporte sofreu algumas alterações em relação ao projeto original já que, desde 2004, algumas construções foram realizadas na área que seria desapropriada. No entanto, com a readequação, ao invés das 600 desapropriações, apenas 273 imóveis passarão por algum tipo de intervenção. A estimativa é que as indenizações sejam de R$ 15 milhões.
 
“As desapropriações na área não serão feitas de qualquer forma. Nós já iniciamos as conversas com moradores, comerciantes, líderes comunitários, entre outros, para garantir que seja feito da melhor maneira possível, sempre com diálogo e buscando soluções para cada caso”, disse a titular da pasta.
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.