Mercado cai e Volvo Bus cresce 25% em 2012

Em 2012 o Brasil se consolidou como maior mercado de chassis de ônibus da Volvo no mundo. Foram vendidas no ano 1.687 unidades, o que representou crescimento de 25% em um ano que o mercado caiu 16,8% – o tombo foi um pouco menor, de 3,3%, quando se considera só os segmentos onde a Volvo atua, de modelos médios, semipesados e pesados.
A Volvo vendeu no mundo inteiro 10.679 ônibus no ano passado e a América Latina absorveu cerca de um quarto desse volume, que foi dividido em 41% nas Américas, 26% na Europa e 33% na Ásia. Os países latino-americanos, com exceção do México, consumiram 64% dos veículos vendidos nas Américas, ou 2.795 unidades (1.536 modelo urbanos e 1.259 rodoviários), das quais 60% foram vendidas no Brasil. “Esses números garantem investimentos para manter nossa presença forte nesses mercados”, disse Luis Pimenta, presidente da Volvo Bus América Latina.
A fábrica brasileira da Volvo em Curitiba (PR) foi responsável por produzir a maior parte dos ônibus vendidos em 2012 na América Latina.
Pimenta credita os bons resultados ao portfólio de produtos bem ajustado. “Temos a mais completa linha dos segmentos nos quais atuamos”, garante. O executivo afirma que entre modelos médios, semipesados e pesados emplacados no ano passado no Brasil, 25% foram Volvo. “Nosso chassi com motor dianteiro, que lançamos há menos de um ano e meio (setembro de 2011), já tem 5% do mercado”, acrescenta.
Segundo Pimenta, os novos projetos de corredores de ônibus BRT estão no foco da estratégia da Volvo Bus no Brasil. “Somos líderes no fornecimento de chassis para BRT. Fechamos negócios em Campo Grande (MS) e Florianópolis (SC) e negociamos para vender a mais cinco cidades em 2013”, destaca. “A boa notícia é que existem muitos projetos BRT em andamento, pelo menos oito. Mas a má notícia é que todos acontecem ao mesmo tempo e não daremos conta de fornecer tudo”, explica, lembrando também que exporta esses veículos para países sul-americanos, como a Colômbia, onde a Volvo lidera o segmento BRT com 60% das vendas.
Os projetos de transporte público que requerem veículos mais modernos e eficientes favorecem os negócios da Volvo no setor. “Somos reconhecidos como líderes em tecnologia de veículos pesados e isso se reflete em aumento das vendas nos segmentos mais sofisticados”, avalia Pimenta. Os negócios vão tão bem que em 2012 a Volvo abriu no País sua primeira concessionária dedicada só à venda de ônibus.
No ano passado a Volvo Bus vendeu no Brasil as primeiras 30 unidades de ônibus híbridos, com motores elétrico e diesel combinados, que tornam o veículo até 30% mais econômico nos trajetos urbanos. Os veículos já começaram a circular em Curitiba (PR). Os outros 30 que deveriam ter sido vendidos para o município de São Paulo ficaram para este ano. “Como houve eleição municipal, a lei de responsabilidade fiscal não permitia que a administração anterior fizesse a compra. Mas vamos retomar o processo este ano”, diz Pimenta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.