Garagem.com: Argumento ineficaz

Parece que as coisas não estão muito boas para os empresários do setor de transporte urbano de Fortaleza, no Ceará. Desde o final de 2012, o sindicato que representa as empresas tem enfrentado uma verdadeira ‘peleja’ para conseguir o aumento de tarifa na cidade. Inicialmente, conseguiram – a tarifa passou de R$ 2,00 para R$ 2,25. Dias depois, a prefeitura da cidade – na gestão da então prefeita Luizianne Lins (PT) – conseguiu reduzir a tarifa para o antigo valor de R$ 2,00. Os empresários não deixaram por menos, e conseguiram, judicialmente, o direito de elevar o valor da tarifa – desta vez, o novo valor passou a ser de R$ 2,20.
Neste vai e vem de valores, chegou o novo ano e um novo prefeito na cidade – Roberto Cláudio (PSB), eleito durante os pleitos municipais ocorridos em outubro do ano passado. Ai entram as atribuições políticas: durante a campanha, Roberto Cláudio venceu, em segundo turno, o candidato da então prefeita Lins, Elmano de Freitas (PT). Quando houve o aumento da tarifa, dias antes de tomar posse (ainda em dezembro), Roberto tratou de afirmar que iria reduzir o valor da tarifa na capital cearense assim que tomasse posse. Dito e feito! Até que demorou mais de um mês, mas na última semana a tarifa voltou a custar R$ 2,00 em Fortaleza. Toda a novela foi noticiada em portais renomados específicos em transporte, como o cearense Fortalbus e também aqui no Unibus RN.
Pois bem! Parece que as coisas estão muito boas para os empresários do setor de transporte urbano de Fortaleza, no Ceará. Nos últimos anos, o setor conseguiu realizar um sonho de empresas de todos os setores no Brasil: as operadoras não pagam, praticamente, nem um centavo de impostos. Se tratando de transporte urbano, a ação é um exemplo para todo o país. Uma medida ousada, que demonstrou a preocupação de um gestor em deixar de arrecadar impostos municipais, em detrimento da manutenção de um valor de tarifa para os usuários de transporte. Um prelúdio para que o investimento em transporte público possa ser muito maior.
Ainda assim, numa situação totalmente favorável – ainda mais dentro do contexto do transporte urbano de Fortaleza: licitada; a frota mais nova do nordeste; ônibus com pouquíssimos itens opcionais, barateando o preço dos veículos – os empresários buscaram o aumento na tarifa, alegando que iria evitar o desequilíbrio econômico-financeiro. Ora, por mais que seja impossível não haverem aumentos em uma concessão – o próprio aumento do diesel, que já foi tema de uma questão envolvendo tarifa também nesta coluna, demonstra bem o caso – é notório que pelas condições do sistema de Fortaleza, está longe (e bote longe nisso!) de haver um desequilíbrio financeiro por lá. Argumento ineficaz dos empresários!

Um ano!
Como já é de conhecimento de todos, nosso portal está completando seu primeiro aniversário. Uma honra e tanto chegarmos até aqui com todo o prestígio que vocês, leitores, nos fazem ter! Nos resta agradecer profundamente a todos que nos acessam e buscarmos trazermos sempre o melhor unicamente para vocês, que são os responsáveis pelo nosso crescimento. Assim faremos! O Garagem.com continuará abordando nosso cotidiano – mostrando, opinando, elogiando, criticando – e terá novidades ao longo do ano! Já o portal Unibus RN, começará com novidades já a partir de amanhã, se estendendo por toda a semana, com postagens especiais sobre a data comemorativa. Reiteramos os agradecimentos e convidamos a todos para que comemorem conosco!

Thiago Martins
thiagolmmartins@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.