Operação tapa-buraco segue nas quatro regiões de Natal

Retomada no início da atual gestão municipal, a operação tapa-buraco da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi) se expande por toda a cidade. Desde o dia 2 de janeiro de 2013, o órgão interveio em 143 vias nas quatro regiões administrativas da capital. Na última semana, a Semopi recuperou na zona Norte o asfalto da avenida Maranguape, no trecho compreendido entre a av. João Medeiros Filho e av. das Fronteiras; e na avenida Acaraú, entre a av. João Medeiros Filho e av. das Fronteiras, no conjunto Panatis I. No total, 41 vias na zona Norte receberam reparos.
Na zona Sul, sofreram restauração no asfalto as ruas Arapiraca e Delmiro Gouveia, no conjunto Jiqui, e no pavimento a paralelepípedos as ruas Dr. Carlos Passos, Xavier da Silveira, no trecho entre a rua Nilo Ramalho e av. Bernardo Vieira; Nilo Ramalho Branco, Dr. João Dutra, Pio Cavalcante, Dr. Israel Nunes e rua N. Sra. de Lourdes, em Morro Branco. No conjunto Pirangi, as equipes da Semopi trabalharam nas ruas Araxá, Buenópolis, Enico Monteiro e Topázio, além da rua Poti Nóbrega, em Lagoa Nova, e no Largo da Praça Interventor Ubaldo Bezerra, em Candelária. Total de 50 ruas recuperadas na zona Sul, desde o início do ano.
As ruas Tuiuti e Trairí, em Petrópolis, e as ruas dos Caicós, trecho entre a av. Bernardo Vieira e rua Pte. Leão Veloso; Paianases, entre a av. Bernardo Vieira e rua Pte. Leão Veloso; Pajeús, entre a av. Bernardo Vieira; e rua Pte. Leão Veloso, no Alecrim, receberam reparos no asfalto. Ainda na zona Leste, a Semopi trabalhou nas ruas Joaquim Câmara (Tirol), São Francisco, da Guia, João XXIII e na travessa São Francisco, em Mãe Luiza. Vinte e seis vias receberam os serviços da secretaria em dois meses e uma semana de operação.
Finalizando a operação tapa-buraco nesta semana, a Semopi fez a restauração da avenida Coronel Estevam, desde a Cidade da Esperança até o Alecrim, e a rua Baraúnas, no Alecrim. Ambas na zona Oeste. Nesta região, foram recuperadas até o momento 26 vias, entre ruas e avenidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.