AL: Polícia vai afixar cartazes em ônibus de Maceió com fotos de assaltantes

Uma ação realizada pela Polícia Civil busca combater a violência em ônibus em Maceió. A estratégia para investigar os assaltos é colocar cartazes com fotos dos suspeitos dentro dos coletivos para que a população os reconheça e denuncie.
Os números comprovam o aumento da violência nos veículos de transporte público de Maceió. No ano passado foram registrados 518 assaltos. Em 2013, já ocorreram 300. Os dados são do Sindicato dos Rodoviários de Alagoas (Sintro-AL), que acompanha de perto a violência contra a categoria.
“Eles geralmente agem com violência por estarem armados, e nós acabamos ficando impotentes”, relata o fiscal de terminal João Barbosa. Ele já foi assaltado quatro vezes, e explica que a família fica com medo em casa. “Eles levam os pertences e ainda te ameaçam de morte”.
Passageiros também sofrem com a violência nos coletivos. A auxiliar de cozinha, Érika Lima explica que quando foi roubada ficou paralisada. “É uma sensação terrível. Depois que o ladrão saiu, o cobrador me disse que já era a terceira vez que ele tinha assaltado nesse ônibus”, explicou.
O presidente do Sintro-AL, Écio Ângelo Marques, fala que além do estresse do trânsito, ainda existe a violência. “Não é um trabalho fácil”, conta. Com os cartazes e a fiscalização ele explica que a sensação agora é de que algo está sendo feito.
Os roubos a ônibus estão sendo investigados pelo 9º Distrito Policial, delegacia designada pelo governo para apurar os casos. O delegado Nivaldo Aleixo informa que 80 inquéritos já estão em andamento. “Destes, já conseguimos chegar a autoria em mais de 50%, identificando o criminoso e o encaminhando à Justiça”.
O delegado também informou que uma equipe de quatro pessoas foi montada no cartório para atender a população. “Isso foi feito para que ninguém precise esperar. Abrimos o inquérito, ouvimos a vítima e as testemunhas e depois corremos atrás para identificar os autores”.
No cartaz, cada assaltante tem um número de identificação, o que possibilita aos passageiros fazer a denúncia de uma maneira mais fácil, o que pode ser feita anonimamente através do Disque Denúncia 181, ou pelo número da delegacia do 9º distrito – (82) 3315-7748.
Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.