CE: Assaltos a ônibus crescem 390% em Fortaleza

O número de assaltos a ônibus em Fortaleza cresceu 390,5% nos cinco primeiros meses de 2013, em comparação ao mesmo período do ano passado. Até maio deste ano, foram registrados 932 assaltos a coletivos. Entre janeiro e maio de 2012, foram 190 assaltos. Chamam atenção os números de 2013: já superam todo o ano passado, que registrou 615 ocorrências. O levantamento foi realizado pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus).
Ontem pela manhã, um casal de adolescentes realizou um assalto na linha (381) Parque Santa Maria / Siqueira. Segundo a Polícia Militar (PM), o crime aconteceu por volta das 9h30min na avenida Osório de Paiva. Na ação, um adolescente acabou esfaqueando o cobrador Ronaldo Brito dos Santos, 21, nas mãos e no lado direito da cabeça.
O titular da Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), Luiz Carlos Brito, informa que, em depoimento, a adolescente de 14 anos teria afirmado que mantém um relacionamento estável com o jovem de 16 anos. No relato, a jovem teria confessado que manteve a faca escondida até o momento do assalto. Os passageiros conseguiram dominar os assaltantes e o rapaz foi espancado pela população.
Protesto: Por causa do assalto, o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Ceará (Sintro) decidiu realizar uma manifestação no terminal do Siqueira. Entre 10h e 13h, a entrada do terminal foi bloqueada e vários ônibus ficaram estacionados nas ruas próximas. Policias do Comando Tático Motorizado (Cotam) acompanharam o protesto.
Em seguida, o grupo foi até a garagem da Empresa Cearense, responsável pela operação da linha assaltada. Os motoristas e cobradores da empresa decidiram suspender as atividades até o fim da noite de ontem. “A violência (nos coletivos) ultrapassou todos os níveis. O sentimento da categoria é de insegurança. Muitos motoristas estão abandonando a profissão”, afirma o diretor do Sintro, Geraldo Lucena.
O encarregado de tráfego da empresa Cearense, Oberdan Paulino, informa que, somente neste ano, foram registrados 70 assaltos nas dez linhas mantidas sob responsabilidade da empresa, que circulam na região do bairro Siqueira. O ápice foi o mês de maio, com 25 assaltos. “Tem dias que a gente sofre até sete assaltos”, informa Oberdan. Segundo ele, o ponto mais crítico é a avenida Osório de Paiva. No geral, os assaltantes pegam o ônibus no terminal Siqueira e descem nas proximidades da rua Engenheiro Luís Montenegro.
Estado de saúde: O cobrador e o assaltante foram levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Canindezinho. Ronaldo passou por uma pequena cirurgia, mas a hemorragia ainda persistia. O assaltante estava com vários hematomas no corpo.
Os dois foram encaminhados para o Instituto Doutor José Frota (IJF) durante a tarde. Segundo a assessoria de imprensa do hospital, Ronaldo Brito foi submetido a outra cirurgia no hospital, mas a situação era estável e o paciente estava consciente. Já o assaltante, até o início da noite, aguardava atendimento.
Segundo o comandante do Policiamento da Capital, coronel Carlos Ribeiro, blitze são realizadas em toda a cidade para coibir a ação dos bandidos. Além disso, ele informa que a maioria dos veículos já possuem um botão de emergência para ser acionado durante os assaltos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.