BA: Ônibus antigos devem ser renovados até 31 de outubro em Salvador

Ônibus com oito a 10 anos de fabricação devem ser retirados da frota do transporte público de Salvador, conforme prevê a portaria de número 98, publicada no Diário Oficial do Município (DOM) do último dia 12. A decisão da Secretaria Municipal de Urbanismo e Transporte e determina que as empresas que prestam o serviço substituam os veículos antigos por modelos novos, zero quilômetro.
Até 10 de agosto, devem ser trocados os ônibus com mais de 10 anos; os demais, de oito a 10, precisam ser substituídos até o prazo máximo, 31 de outubro, de acordo com a portaria. Para a a prefeitura, o uso dos ônibus “antigos” ocasiona “perda do nível de qualidade e de segurança do serviço”.
Os novos veículos devem ser adaptados para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, precisa ter porta de acesso pelas duas laterais e sistema de ventilação. Caso as empresas não cumpram a decisão, elas podem sofrer sanções como a cassação da permissão de operação. A Transalvador vai fazer a fiscalização.
Ângela Levita, diretora técnica do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Salvador (Seteps), explica que um decreto municipal de 1992 já prevê a substituição de ônibus que completa 10 anos. Segundo ela, cerca de 100 ônibus com prazo expirado ainda circulam na cidade atualmente. “O que a prefeitura fez foi antecipar. As empresas estão preparadas e vão trocar até o dia 31 de outubro. Todo ano as empresas fazem revisão, mas ainda existem cerca de 100 veículos em operação, todos já programados para serem retirados”, explicou.
A diretora do Seteps informou que, no entanto, a determinação de retirar os veículos com mais de oito anos não estava prevista no regulamento municipal, mas que isto será cumprido pelos empresários. “Estamos agora fazendo o levantamento para que as empresas façam o pedido às fornecedoras. Os ônibus urbanos não se compra inteiro. O importante é que as empresas façam logo a ação de compra para não perder o prazo”, relatou.
Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.