#RevoltadoBusão pode voltar às ruas de Natal na próxima quinta, 27

O #RevoltadoBusão – movimento que nasceu nas redes sociais e que logo ganhou as ruas e avenidas de Natal para protestar por melhorias no transporte público, pode realizar mais uma manifestação na próxima quinta-feira (27). Uma nova mobilização nacional deve acontecer nesta data, segundo informou João Victor Leal, integrante da comissão de Comunicação do movimento. Contudo, ele ressalta que a decisão de convocar a população para novamente ocupar às ruas da capital ainda será deliberada. “Por enquanto não temos nada definido. Vamos nos reunir em uma plenária para definir isso”, contou.
O protesto desta quinta (20), que mobilizou mais de 15 mil pessoas – segundo a Polícia Militar – foi considerado positivo pela Comissão de Comunicação do #RevoltadoBusão. Para João Victor, o que preocupa o movimento são as agressões trocadas entre os próprios manifestantes. “Todos têm livre direito de protestar. Todos têm direito de levar suas bandeiras”, afirmou.
De acordo com João Victor, parte dos manifestantes quis impedir que pessoas sustentassem bandeiras de partidos ou de entidades de classe. Muitas foram rasgadas e queimadas. “Nenhum partido deve querer tomar a frente do movimento, até porque nenhum partido tem o poder de levar uma massa como aquela que estava protestando. Mas, durante muitos anos, essas entidades foram as únicas vozes de protesto no país e não devem ser hostilizadas pelos outros manifestantes”, acrescentou.
Ao contrário da Polícia Militar, que estimou cerca de 15 mil manifestantes, os integrantes do movimento consideram que pelo menos 30 mil pessoas tenham participado da manifestação desta quinta. João Victor ressaltou que o movimento foi pacífico.  “O protesto foi bastante positivo, uma vez que foi pacífico e mobilizou muitas pessoas. Os casos de vandalismo foram pontuais. O movimento é pacífico e ações isoladas não podem descaracterizar isso”, observou.
“As pessoas têm que manter o foco. Não podem parar só na redução da passagem de ônibus. Ainda temos que lutar por melhorias no transporte público. A pauta não é somente o preço da tarifa”, frisou.
Fonte: G1 RN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.