Editorial UNIBUS RN: Com seu voto, o transporte pode melhorar

Está chegando mais um pleito eleitoral. E, mais uma vez, batendo recordes: 140 milhões de pessoas estão aptas para, no dia 05 de outubro, escolherem governadores, senadores, deputados e o Presidente da República. Portanto, em uma semana, o brasileiro pode definir o seu futuro nos próximos 4 anos.
Dentre o que os candidatos prometem, uma questão chave para o desenvolvimento de cidades e Estados deve ser tratado com muito carinho: o transporte público, seja ele urbano ou rodoviário.
Em Natal, por exemplo, é uma área pouco visada há várias gestões, onde poucas melhorias significativas são vistas. Talvez a maior delas seja o corredor de ônibus da Av. Bernardo Vieira, que, mesmo assim, já está sucateado. Já em Mossoró, nem se fala o descaso das autoridades com o tema.
A nível estadual, o DER é um exemplo do que não se deve fazer na gestão do transporte semiurbano e o rodoviário. Infelizmente, com sua ação, se locomover entre as cidades potiguares é um martírio enorme. Já a nível nacional, é preciso reestruturar a ANTT e o Ministério dos Transportes, para que o trânsito e o transporte tenham melhor qualidade em todo o país. 
E esta é a maior chance da história do transporte público de ter o seu desenvolvimento de maneira definitiva. Novamente, o setor vem sendo muito falado pelos candidatos – mesmo que, em alguns casos, com promessas mirabolantes. Investimentos precisam ser feitos e o povo merece recebê-los em forma de qualidade, seja ele no ônibus, trem, BRT ou seja lá o que for.
Esperamos que os candidatos que querem ser detentores dos cargos em disputa tenham a consciência de que este é um segmento vital para as cidades e, nos seus programas de governo, deem destaque ao sistema de transporte público – não só os ônibus, mas trens, VLT (se vier), metrô, BRT e qualquer outra forma de melhorar o deslocamento da população.
Que tragam propostas concretas de melhoria do nosso transporte, como grandes investimentos em corredores de ônibus, invistam na criação de novas linhas, ajudem os patrões a valorizar os rodoviários e, principalmente, deem um valor de tarifa justo para que a população use o transporte como sinônimo de qualidade no deslocamento – e não como necessidade.
Com essas palavras, queremos conscientizar você, caro leitor, da importância da sua decisão para o futuro da nossa cidade. Escolha bem o candidato da sua preferência, onde, na análise das propostas – sobretudo as do transporte público, segmento que lhe atrai até esta página – faça uma reflexão de como as cidades, os estados e o nosso Brasil velho de guerra poderão estar quatro anos após sua escolha. Pense bem e vote direito!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.