PE: Com frevo e serpentinas, ônibus do Recife circula em clima de Carnaval

“Quem tá feliz vai dar um grito quando eu tocar a corneta!”. Essa é uma das frases que embala as viagens de um dos ônibus da linha Alto Santa Isabel, que sai da Zona Norte do Recife e passa pelo Centro da cidade diariamente. Há 13 anos responsável pela festa em quatro rodas, o motorista Uiraquitan Batista, de 45 anos, já é conhecido pela irreverência na hora de viajar.
Dentro do coletivo, apenas as músicas de frevo – todas selecionadas por Uiraquitan – embalam o trajeto. Segundo ele, os sucessos de Almir Rouche e de Alceu Valença, como o hino do Galo da Madrugada, são os que mais animam o público, que canta junto e transforma o ônibus em um bloco carnavalesco. A afinidade do motorista com as músicas denunciam o seu amor pela folia. Apesar de trabalhar nos dias de folia, Uiraquitan dá um jeito de pular Carnaval todos os anos.
Em datas comemorativas como o Natal, São João e Carnaval, o ônibus que ele dirige pode ser visto de longe. Todo o material de decoração é escolhido pelo motorista, e todos os custos são pagos pela Transcol, empresa responsável pela linha. Este ano, a decoração custou R$ 480 e conta com sombrinhas de frevo, serpentinas, colares havaianos, uma miniatura do Homem da Meia Noite e até mesmo com uma coroa de Rei Momo para compor as fantasias do motorista e cobrador.
Os enfeites já chegaram até a confundir passageiros: “Um dia um senhor pediu parada e, na hora de subir no ônibus, desistiu; perguntei o que houve e ele disse que, como o ônibus estava todo decorado, achava que não estava fazendo o caminho normal”. O motorista afirma que alguns passageiros chegam a ligar para o Grande Recife Consórcio (empresa que administra as linhas de ônibus da RMR) para perguntar sobre o itinerário do “ônibus do frevo”.
Neste período do ano, o motorista realiza três viagens por dia, cada uma com cerca de duas horas. Seu colega de viagens, o cobrador Paulo Henrique de Melo, é novo na linha Alto Santa Isabel e trabalha com Uiraquitan há cerca de dois meses. Ele diz que já conhecia a fama do motorista e que a reação dos passageiros é sempre positiva: “Eles não reclamam, gostam das fantasias e das músicas, já que são animadas e não têm nenhuma letra com palavrões”.
A comerciante Daniele da Costa trabalha diante do terminal da linha e relata que nas redondezas todo mundo conhece Uiraquitan: “Acho a ideia dele muito extrovertida, porque às vezes nós saimos muito cedo pro trabalho ou temos um dia estressante e sempre que entramos no ônibus mudamos de humor”. Ela diz que, mesmo sendo evangélica, gosta muito da ideia de decorar o coletivo para as datas comemorativas.
A dona de casa Ruth Vitorino, de 59 anos, também aprova a decoração e dá “nota dez” ao motorista: “Já andei com ‘Dudu Nobre’ em época de Natal, Carnaval, São João…”. Questionado sobre a semelhança com o sambista Dudu Nobre, Uiraquitan não se faz de rogado. “Ele é que se parece comigo, o famoso aqui sou eu!”, diz, rindo.
No período carnavalesco, o motorista é deslocado especialmente para fazer viagens do Expresso da Folia, que transporta os foliões do Recife e de Olinda dos shoppings para os principais focos de festa. No terminal, passageiros afirmam que alguns, principalmente idosos, pegavam o ônibus de Uiraquitan só para passear pelo Centro e curtir a viagem.
Fonte e fotos: NE 10 (PE)

Administração UNIBUS RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *