Internacional: Um inédito Double Decker movido a hidrogênio

O processo de evolução dos ônibus equipados com células a combustível dá mais um passo rumo a economia de escala. A fabricante norte-irlandesa de ônibus Wrightbus apresentou recentemente uma nova versão do veículo, agora com dois pavimentos, idealizado para a operação em Londres (Inglaterra), bem como para todo o mercado do Reino Unido.

Essa nova versão, Double Decker, tem comprimento de 10,90 metros e capacidade para 85 passageiros. É equipado com a célula a combustível da  Ballard, sistema de tração elétrica da Siemens e bateria de 48 kW. Com a tecnologia não há qualquer tipo de emissão poluente. A autonomia operacional do veículo é de 200 milhas.
O novo modelo faz parte do programa JIVE, uma iniciativa conjunta que visa promover a tecnologia do hidrogênio na Europa. A meta é operar 139 ônibus e a infraestrutura adequada de abastecimento em cinco países até 2023. O veículo com tração elétrica foi testado nas ruas de Aberdeen (Escócia), cidade que compõe o projeto JIVE com outras duas – Birmingham e Londres – no Reino Unido. A proposta é que 50 unidades estejam em operação nessas cidades nos próximos anos.
Willian Wright, diretor do Wrights Group, comentou que o objetivo da Wrightbus é liderar o caminho da inovação para se alcançar um modelo de transporte mais limpo para os ambientes urbanos. “Trabalhamos com estreita colaboração com as marcas Ballard e Siemens no desenvolvimento dessa nova versão de ônibus urbano para uma abordagem de baixo carbono mais adequada às necessidades do transporte urbano”, comentou.
Imagens – Wrightbus
Revista AutoBus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.