Cidade turca dá bicicleta a crianças, para se tornar mais sustentável

Foto: Paul Benjamin Osterlund
Desde a guerra civil na Síria, sete anos atrás, muitos refugiados optaram por ir para a Turquia, e um dos locais onde se fixaram é a cidade fronteiriça de Kilis. Desde então, a pequena cidade turca viu sua população mais que dobrar, e o trânsito de carros e motocicletas aumentar a ponto de tirar o espaço nas ruas para pedestres e bicicletas. 

Passado o período de conflitos, o prefeito da cidade, Hasan Kara, quer que Kilis seja vista não como um local conturbado, mas sim comprometido com diversos projetos sustentáveis; e aquele que mais chama a atenção é o que vem oferecendo gratuitamente milhares de bicicletas às crianças da cidade.
“Até agora, distribuímos mais de 4 mil bicicletas, e nossa meta é distribuir pelo menos 15 mil”, explica Kara em conversa com os jornalistas do The Guardian. Enquanto conversam, nas ruas próximas à sede da prefeitura motocicletas e scooters passam em todas as direções; alguns veículos carregam famílias inteiras, de três ou até quatro pessoas, em geral sem capacete. 
“Privilegiamos o projeto da bicicleta porque, como você pode ver, o uso de motocicletas é muito comum”, diz ele aos repórteres. “Agora, com esta proposta, já estamos vendo crianças indo e voltando da escola em suas bicicletas”, comemora o gestor.
Para ganhar uma bicicleta, as crianças devem cumprir três requisitos: pedalar uma hora por dia, ter boas notas na escola e, por fim, convencer um adulto a parar de fumar. “Estou muito feliz por ter conseguido”, diz Hilmi Calban, de nove anos, que recebeu como prêmio uma mountain bike Corvette Python preta com detalhes vermelhos.
Ciclovias
Além das bicicletas para as crianças, uma pista exclusiva para bikes, de seis quilômetros, cercada por canteiros de flores, já foi construída em uma rua da cidade. O prefeito também afirmou que pretende implantar uma rede de 20 km de ciclovias por toda a cidade, inclusive uma ao longo da principal rua comercial de Kilis, em uma clara tentativa de quebrar o domínio dos carros e motocicletas.
A primeira parte do projeto está sendo bancada pela própria municipalidade e o Ministério da Saúde da Turquia. O restante dependerá da ajuda da União Europeia, e um pedido nesse sentido já foi protocolado pelo prefeito.
Segundo o prefeito, a ideia é tornar Kili uma “cidade modelo, com estilo de vida saudável e uma cultura de convivência”. “Como uma cidade da Holanda…”, resume Kara. 
Mobilize Brasil
Compartilhe esta matéria

Administração UNIBUS RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *