Internacional: Empresa ferroviária de Chicago põe fogo nos trilhos para garantir circulação de trens

O frio em Chicago (EUA) está tão intenso que ameaça deixar a região “mais fria que o Everest ou a Antártica” (com sensação térmica chegando a 45 graus negativos). O motivo é o vórtice polar, uma frente congelante que varre o estado de Illinois e áreas vizinhas do Meio-Oeste. As baixíssimas temperaturas têm provocado caos em vários setores da cotidiano de Chicago, a terceira maior dos EUA, como no transporte público.
Fogo nos trilhos do sistema ferroviário de Chicago Foto: AP
Para manter a circulação de trens, a empresa que opera o sistema ferroviário de Chicago está pondo fogo no trilhos, a fim de derreter o gelo acumulado sobre as barras de metal.
“Quando fica vários graus abaixo do ponto de congelamento, o metal dos trilhos pode se contrair até o ponto em que ele solte os parafusos que o prendem, ou até mesmo provoque fratura por tensão”, explicou o site “Jalopnik”.
Durante o operação emergencial, funcionários embebem longos pedaços de corda em querosene e os queimam para aquecer os trilhos.
Por causa da neve, a empresa Amtrak, a maior do país, cancelou diversas viagens de trem saindo e chegando a Chicago.
Extra – RJ
Compartilhe esta matéria

Administração UNIBUS RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *