Ônibus sem bancos revolta passageiros de transporte público em SP

A falta de bancos nos ônibus municipais tem causado revolta entre os moradores de Miracatu, no interior de São Paulo. De acordo com eles, o transporte coletivo, que atende a linha do bairro Peniche, tem poucos bancos desde janeiro e a maioria dos passageiros não tem onde sentar em um trajeto de aproximadamente 50 minutos.
Passageiros vão em pé em trajeto de ônibus por falta de bancos em Miracatu, Vale do Ribeira — Foto: G1 Santos
O ônibus atende a a linha Peniche – Barra Funda na cidade. Segundo moradores, na última quarta-feira (20), eles tiveram que parar no meio da estrada porque o veículo estava sem freio. “É um transtorno. As pessoas precisam ir em pé ou sentadas no chão”, reclama a moradora do bairro Peniche Rita Carvalho, de 54 anos.
Rita conta que o ônibus, além de ter poucos bancos, quebra constantemente. Para ela, a situação do veículo que atende a população da região é precária e insustentável. “A estrada é ruim e dificulta ainda mais a viagem, porque o ônibus pula muito. As pessoas perdem horários de médicos e compromissos por conta do veículo que quebra muito”, completa.
Em nota, a Prefeitura informou que ao tomar conhecimento dos fatos ocorridos no transporte de passageiro, providenciou uma notificação à empresa Transcontilha, responsável pelo ônibus, para que incidentes desta natureza não voltem a acontecer.
Ônibus em Miracatu, Vale do Ribeira, tem apenas alguns bancos e quebra constantemente, segundo moradores — Foto: G1 Santos
De acordo com as informações, a empresa Transcontilha tem um contrato de concessão firmado no ano de 2016 com a Prefeitura de Miracatu pelo prazo de 10 anos. Além disso, existe uma comissão de fiscalização do transporte coletivo que fiscaliza e notifica a empresa quanto à sua qualidade, eficiência e atendimento ao usuário.
G1 Santos
Compartilhe esta matéria

Administração UNIBUS RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *