Bolsonaro indica engenheiro Davi Barreto para diretor da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT)

O nome de Davi Ferreira Gomes Barreto foi encaminhado ao Senado Federal pelo presidente Jair Bolsonaro como indicação para o cargo de diretor da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). O ato saiu publicado no Diário Oficial da União de 2 de março de 2019.
Foto: André Gustavo Stumpf/Visual hunt – Ilustração/UNIBUS RN
Criada pela Lei nº 10.233, a Agência Nacional de Transportes Terrestres é uma autarquia sob regime especial, que tem sede e foro no Distrito Federal, e está presente em todo o território nacional por meio das Unidades Regionais e Postos de Fiscalização.
Caso seja aprovado pelo Senado, onde será sabatinado, Davi Ferreira Gomes Barreto assumirá a Agência hoje vinculada ao Ministério da Infraestrutura.
Cabe à ANTT, segundo informa o site da autarquia, “regular, supervisionar e fiscalizar as atividades de prestação de serviços e de exploração da infraestrutura de transportes, exercidas por terceiros, visando garantir a movimentação de pessoas e bens, harmonizar os interesses dos usuários com os das empresas concessionárias, permissionárias, autorizadas e arrendatárias, e de entidades delegadas, preservado o interesse público, arbitrar conflitos de interesses e impedir situações que configurem competição imperfeita ou infração contra a ordem econômica”.
FUTURO DIRETOR
Foto: TCE-CE
Davi Ferreira Gomes Barreto é graduado em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e Mestre em Regulação pela Universidade de Brasília (UNB).
Atualmente ocupa o cargo de conselheiro substituto do Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE-CE). Em dezembro de 2017, foi eleito para o cargo de Ouvidor da Corte de Contas, biênio 2018/2019.
Segundo informações do site do TCE-CE, Davi exerceu o cargo de Auditor Federal de Controle Externo do Tribunal de Contas da União entre 2008 e 2017, atuando em auditorias de desempenho e conformidade em vários órgãos da Administração Pública Federal, em temas como a regulação de infraestrutura, concessões, gestão fiscal, planejamento e orçamento governamental.
No TCU, ocupou as funções de diretor da Semag e secretário da SefidTransportes, da SeinfraHidroferrovia e da Secex-CE.
Anteriormente, atuou como consultor nas empresas StratSense e Monitor Group, em projetos de diversas indústrias no Brasil e no exterior, nas áreas de economia, finanças, contabilidade e administração.
Diário do Transporte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.