DF: 37 ônibus foram depredados durante o carnaval. Metrô também foi alvo

As agressões durante o feriado de Carnaval não terminaram nos blocos. Desde sexta-feira, mais de 20 ônibus que fazem o transporte público no Distrito Federal foram depredados em diversos pontos, como Itapoã, Santa Maria, Gama e Samambaia. Ao todo, foram 10 ônibus da empresa Pioneira, 13 da Piracicabana, 2 da Marechal e 37 da Urbi. Vidros e bancos foram quebrados.
Grupo protagoniza cenas de violência e quebra-quebra em ônibus durante o carnaval. Foto: Caio Gomez/CB/D.A Press
Vídeos que circulam pelas redes sociais mostram uma briga entre pessoas fantasiadas em um ônibus BRT, que liga Brasília a Santa Maria. Nele, é possível ver que homens com asas de fada se penduram em bancos e se agridem com socos e chutes. No final, policiais militares entram com cassetetes para intervir.
A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), parou o veículo na DF 003, e revistou os cerca de 40 passageiros, na altura do Park Way. Seis pessoas foram encaminhadas para a 11ª Delegacia de Polícia (DP), localizada no Núcleo Bandeirante, mas ninguém foi preso porque as vítimas não quiseram registrar ocorrência.
Em outro caso, um morador do DF flagrou jovens usando drogas quebrando vidros e pulando pelas janelas do ônibus. Em outro caso, pessoas viajaram em cima do ônibus e sentados nas janelas. O veículo ia em direção ao Riacho Fundo.
Na 27ª DP (Recanto das Emas), foram registradas duas ocorrências, uma delas pelo próprio motorista. Em um ônibus que ia da Rodoviária do Plano Piloto ao Recanto das Emas, o motorista precisou parar próximo ao Zoológico ao ouvir um grito de socorro de um passageiro que estava sendo agredido. Duas jovens tentaram socorrer a vítima e também foram atacadas. Quando o veículo parou, os agressores começaram a chutar portas e janelas e quebrar vidros. A Polícia Militar foi ao local e efetuou a prisão dos vândalos.
A assessoria das empresas de ônibus do Distrito Federal ainda calcula o prejuízo. Pelo vandalismo, as empresas registraram ocorrência na 20ª DP e na 33ª DP (Santa Maria). No ano passado, 58 ônibus foram alvo de vandalismo, gerando um prejuízo de R$ 100 mil.
Metrô
Nos vagões do metrô, mais vandalismo. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, ontem, oito trens foram depredados. Um vidro de janela foi quebrado e 19 capas de botão de soco (mecanismo que passageiros podem acionar em caso de emergência) quebradas. No domingo (3/3) 31 capas ficaram destruídas.
Ainda ontem, um adolescente acionou um extintor de incêndio indevidamente, deixando um vagão repleto de pó químico (um composto branco usado no combate ao fogo). O jovem foi levado à Delegacia da Criança e do Adolescente pelos agentes de segurança do Metrô. A companhia ainda não contabilizou os prejuízos.
Violência nos blocos
No domingo de carnaval, 12 facas foram registradas nos blocos Raparigueiros e Baratona. Três policiais militares ficaram feridos. Ontem, mais duas pessoas foram esfaqueadas, dessa vez, no bloco Encosta que Cresce.
Até a última atualização da Secretaria de Segurança Pública, haviam sido registrados 76 flagrantes de armas brancas, drogas, furtos e roubos. Ao todo, foram detidas e apreendidas 27 pessoas — cinco adultos presos em flagrante. Nas apreensões, a Polícia Militar encontrou facas, canivetes e até com um machado.
Correio Braziliense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.