Sindicato leva a crer que Ford está irredutível

Os três representantes do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC que viajaram até os Estados Unidos só irão se pronunciar no dia 12 de março sobre a reunião que tiveram em Dearborn com a direção da Ford. Eles aguardam agora a realização de assembleia marcada com os trabalhadores em São Bernardo do Campo.
Foto: Divulgação/Portal Automotive Business
O silêncio faz acreditar que a matriz está irredutível. Segundo o sindicado, os representantes que viajaram aos EUA não querem que os metalúrgicos tomem conhecimento dos resultados da reunião pela imprensa.
O atual presidente do sindicato, Wagner Santana, viajou ao lado do ex-presidente, Rafael Marques, e do coordenador do comitê sindical na Ford, José Quixabeira de Anchieta. Eles se encontraram na noite de quinta-feira, 7, com os representantes da Ford na tentativa de reverter a decisão de fechar a unidade de São Bernardo do Campo, comunicada no dia 19 de fevereiro.
Portal Automotive Business

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.