Bike PE aumenta número de viagens em 434%

O projeto Bike PE, desenvolvido há cinco anos pela Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco (Seturel PE), registrou aumento de 434% no número de viagens no Grande Recife no último ano.
Bicicletas compartilhadas no Recife: grandes avanços. créditos: Luiz Fabiano/Seturel-PE
Segundo a Tembici, empresa que desenvolve o projeto das bicicletas compartilhadas, mais de 80 estações e 800 bicicletas estão à disposição dos usuários do Bike PE. A empresa divulgou ainda que, entre janeiro de 2018 e janeiro de 2019, houve um aumento de mais de 2.738% no número dos usuários cadastrados.
A Tembici acredita que fatores externos, como a greve dos caminhoneiros, em maio de 2018, e o aumento do preço do combustível, em setembro de 2018, contribuíram para esse avanço. 
Os dados da empresa mostram ainda que os maiores picos de uso são em dias úteis, das 8h às 9h e das 17h às 19h, e aos finais de semana das 10h às 12h. O tempo médio de viagem também varia; durante a semana é de 22 minutos e aos finais de semana a média é de 35 minutos. 
O balanço também aponta que os usuários de bikes compartilhadas utilizam o modal principalmente para curtas distâncias dentro de até cinco quilômetros. No Recife, os trajetos mais percorridos são os das regiões universitárias da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), já que, segundo a empresa, as pessoas utilizam o serviço para ir de um ponto a outro, dentro da própria UFPE.
Mobilize Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.