Rodovias federais no RN tiveram mais acidentes e menos mortes em 2019

1.437 acidentes foram registrados em 2019 nas rodovias federais que cortam o Rio Grande do Norte, sendo 1.211 com vítimas (mortos ou feridos). Os dois números são maiores que os de 2018 (1.414 acidentes, com 1.192 feridos ou mortos). Em contrapartida, nas BRs potiguares, as mortes caíram em 23,7% no ano passado em relação a 2018. Foram 90 mortes computadas em 2019, contra 118 do ano anterior. Os dados são do Painel da Confederação Nacional do Transporte (CNT) dos acidentes rodoviários.
Foto: Adriano Abreu/Tribuna do Norte
Os condutores de motocicletas aparecem em primeiro no ranking de veículos envolvidos em acidentes com mortos. 46,7% das mortes registradas no trânsito em rodovias federais eram de motociclistas. Na sequência, segue automóvel com 35,6% dos casos.
A rodovia com o maior número de acidentes em 2019 foi a BR-101, onde foram contabilizados um total de 484 acidentes com vítimas. No entanto, a BR-304, que teve 262 acidentes nos mesmos moldes, apresentou o maior número de mortes no trânsito – foram 24 nos doze meses do ano passado.
A cada nove mortes em BRs que cortam o estado, oito delas tiveram pessoas do sexo masculino como vítimas no ano passado.
Histórico
No período acumulado de 2007 a 2019, foram registrados 37.255 acidentes, sendo 17.054 com vítimas. Nesse mesmo período, 2.073 pessoas perderam a vida em rodovias federais potiguares.
Tribuna do Norte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.