Viaduto do Gancho: DNIT instala fiscalização eletrônica na Av. Tomaz Landim

Por UNIBUS RN
Com informações: Tribuna do Norte e DNIT
Foto: Adriano Abreu (Tribuna do Norte)

O DNIT, Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes, instalou um radar de fiscalização eletrônica no trecho da Av. Tomaz Landim, em Igapó, parcialmente interditado para a construção do novo viaduto que irá substituir o Gancho de Igapó. De acordo com o órgão, o radar, instalado no último dia 09, não está ainda emitindo multas, mas poderá ser acionado caso motoristas continuem a ser flagrados circulando na área restrita durante a obra.

O radar foi instalado no trecho parcialmente interditado, nas proximidades da fábrica Coteminas, no sentido Parque dos Coqueiros. Nesse trecho, que se inicia após a Rua Nossa Senhora do Ó, a circulação está restrita a veículos oficiais, veículos de comerciantes e funcionários de estabelecimentos comerciais que ficam no trecho em obras e veículos do transporte público.

A circulação no trecho é restrita em determinados horários, de segunda a sábado (De segunda a sexta, entre 6h e 21h; nos sábados, das 6h às 14h). Aos domingos, os veículos podem circular normalmente no trecho.

O trecho em obras termina na rua Vênus, nas proximidades da popular “Parada das Mangueiras”. Ainda segundo o DNIT, há ainda a possibilidade de fornecedores e clientes do comércio da avenida poderem circular no trecho restrito. A orientação, contudo, é de que os lojistas disponibilizem vagas para o estacionamento dos veículos e para que, ao emitirem nota fiscal, informem a placa do veículo – essa orientação servirá para algum eventual recurso de multa de trânsito.

A melhor opção para o motorista que precisa passar pelo trecho é o desvio oficial, divulgado pelo DNIT no início das obras: Av. João Medeiros Filho, Rua Henrique Dias e Rua Ponte Nova, para voltar a Av. Tomaz Landim. No sentido contrário, não há restrição no trânsito de veículos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.