Sindicato dos Motoristas realiza paralisação de ônibus das empresas Santa Maria e Reunidas

Sindicato dos Motoristas realiza paralisação de ônibus das empresas Santa Maria e Reunidas

Por UNIBUS RN
Fotos: Andreivny Ferreira/UNIBUS RN

O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários do RN (SINTRO-RN) está realizando novo protesto em Natal na manhã desta sexta-feira. Desta vez, apenas ônibus das empresas Santa Maria e Reunidas estão sendo parados, em frente à sede do Sindicato, no Baldo, localizado na zona leste da cidade. Todos os ônibus das duas empresas estão sendo convocados a parar, e não prosseguem suas viagens. Já os veículos das demais empresas estão circulando normalmente, uma vez que todas as outras aceitaram negociar a data base dos rodoviários com o SINTRO-RN.

De acordo com o Presidente do Sindicato, Júnior Rodoviário, o protesto tem objetivo de denunciar à sociedade, ao Ministério Público e a Justiça do Trabalho o fato de as empresas terem sido as únicas que não aceitaram negociar a data base da categoria, pauta que o SINTRO-RN reivindica desde o início da semana, quando também realizou protesto. Júnior acusa o empresário Agnelo Cândido, dono das duas empresas, de não ter reconhecido a data base da categoria e estar demitindo funcionários das viações sem o pagamento dos direitos trabalhistas.

“Agnelo (Cândido, dono das empresas Santa Maria e Reunidas) não reconheceu nossa data base e agora ele está demitindo os trabalhadores sem pagar os direitos. Também não tem mais cobrador nas empresas, e agora ele entendeu que não tem mais convenção, e não pagou o vale alimentação nem o plano de saúde. Então, se a convenção se acabou, também acabou pra ele. E a convenção da gente diz que para dirigir, tem que ter acordo com sindicato, e se não tem acordo com o sindicato, então também não pode usar dessa convenção”, afirma Júnior.

Ainda segundo o sindicalista, as duas empresas estão contratando os motoristas por diária, sem pagar os direitos trabalhistas. Ele também afirma que a Justiça Trabalhista já foi acionada, através do dissídio coletivo, e que as empresas deverão ser chamadas para tentar chegar a uma solução juntamente ao sindicato dos motoristas.

Empresas ameaçam entregar as linhas

De acordo com Júnior Rodoviário, nas discussões mediadas pela Prefeitura do Natal, as empresas teriam ameaçaram entregar as linhas que operam e deixar de operar no sistema potiguar, diante da atual situação de dificuldades das empresas. O fato tem afetado o avanço das negociações com os motoristas.

“Ele (Agnelo Cândido) fica chantageando o prefeito, dizendo que quer entregar as linhas. Pois deixa ele entregar. (A Prefeitura) pegue e repasse as linhas pra outras empresas nesse período emergencial. Se o empresário fica chantageando, que a Prefeitura peça caducidade e quando terminar essa pandemia devolve as linhas para ele, se ele quiser”, sugere Júnior.

O Portal UNIBUS RN entrou em contato com a assessoria do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal – Seturn, entidade que reúne as empresas de ônibus de Natal, na qual as viações Santa Maria e Reunidas são integrantes. A entidade disse que não iria comentar a situação, mas informou que já foram enviadas três correspondência ao prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), mostrando a gravidade pelo COVID 19 e que o sistema caminha para o colapso. O SETURN afirmou ainda que segue aguardando um posicionamento do Prefeito até o presente momento.

Atualizado às 11:59 para correção de informações

Redação UNIBUS RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *