Seturn pede que Prefeitura proíba circulação de gratuidade e estudantes em horários de pico nos ônibus de Natal

Seturn pede que Prefeitura proíba circulação de gratuidade e estudantes em horários de pico nos ônibus de Natal

Por UNIBUS RN
Foto: Júnior Mendes/Ilustração

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos e Passageiros de Natal (Seturn) pediu que a Prefeitura do Natal proíba circulação de gratuidade e estudantes em horários de pico nos ônibus de Natal. No pedido feito a STTU (Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal) durante a reunião em que o Seturn também pediu a revisão da tarifa urbana e auxílio financeiro à gestão municipal, o sindicato das empresas sugere que os passageiros que detém direito à gratuidade e os estudantes só possam circular nos ônibus das 9h às 16h.

Leia também:
Devido redução no número de passageiros, Seturn pede a Prefeitura revisão da tarifa e auxílio financeiro

A medida da restrição da circulação de horários para gratuidades e estudantes tem sido adotada em vários sistemas de todo Brasil, seja para ambos os públicos, ou apenas um deles, como em Belo Horizonte, já que a capital de Minas Gerais proibiu a gratuidade para idosos nos ônibus em horário de pico.

Em entrevista concedida ao Portal UNIBUS RN que foi publicada no dia 19 de abril, o Presidente da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Nordeste – FETRONOR, Eudo Laranjeiras Costa, também criticou o alto índice de idosos (principal público das gratuidades) e estudantes transportados: “Estudante é para estar em casa, porque está proibido ter aula. O idoso tem que estar em casa porque é grupo de risco. Mas mesmo assim, estamos transportando 13% estudante e 11% de idoso”. Já na ocasião, ele defendeu ações do poder público em prol do transporte no atual momento, como o subsídio às empresas, ajuda do poder público para pagar a folha dos funcionários, compra de passagens, e também a suspensão das passagens gratuitas de idosos e estudantes.

STTU ainda não tem posicionamento sobre a situação

O Portal UNIBUS RN questionou a STTU sobre o pedido feito pelas empresas, através do Seturn. Através da assessoria de comunicação, o órgão informou que ainda não existe nenhum posicionamento sobre a suspensão de gratuidade para idosos e estudantes. A STTU destacou que vem acompanhando diariamente a demanda de passageiros e solicitando reforço na frota para atender a população nos horários em que é constatado o aumento de demanda.

Compartilhe esta matéria

Redação UNIBUS RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *