Socicam investe em protocolo de biossegurança durante a pandemia do novo coronavírus

Socicam investe em protocolo de biossegurança durante a pandemia do novo coronavírus

Por Socicam
Foto: Walky Martins (Acervo UNIBUS RN)

De forma pioneira no país, a Socicam desenvolveu um rígido protocolo de biossegurança para todos os empreendimentos que administra, com o objetivo de diminuir o risco de contágio e reforçar a prevenção contra a transmissão do novo coronavírus.

“Desde que a OMS declarou a pandemia, atuamos em todos os empreendimentos que administramos para desenvolver um guia com as medidas de prevenção necessárias para o combate ao novo coronavírus. Nos últimos meses, nosso trabalho nesse sentido tornou-se mais contundente, dando origem ao protocolo de biossegurança e à campanha Embarque Seguro com a Socicam”, explica Altair Moreira de Souza Filho, Diretor Geral da Socicam.

Lançada na segunda quinzena de maio, a campanha inclui a instalação de boxes neutralizadores, adaptações em lixeiras e sanitários e o reforço na higienização dos terminais, entre outras medidas (saiba mais sobre as medidas e assista ao vídeo da campanha). Todas as ações de proteção sanitária adotadas seguem as orientações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Ministério da Saúde e das Secretarias de Saúde municipais e estaduais.

“Estamos continuamente usando a inovação tecnológica para criar soluções que aumentem a segurança sanitária de nossos terminais. Um exemplo são os sistemas totalmente digitais e integrados, que dispensam a necessidade de contato físico com outras pessoas ou superfícies durante o processo de embarque ou desembarque. A campanha Embarque Seguro com a Socicam adota essas inovações, por isso tem como um dos focos o acesso a informações e orientações que estimulem o cliente a comprar passagens online, reduzindo os pontos de contato”, diz Wanderley Galhiego Junior, Diretor de Novos Negócios e Inovação da Socicam.

Responsável pela administração de 14 aeroportos, 28 terminais rodoviários e três terminais marítimos no Brasil, entre outros empreendimentos, a Socicam desenvolveu ações preventivas que suprissem as necessidades de cada local. “O Brasil é um país continental, com diferenças entre as regiões. Conseguimos elaborar um plano para cada localidade, levando em conta não só as orientações do poder público como as características de cada operação”, explica Galhiego.

“A medida preventiva mais adequada até o momento é o isolamento social, mas estamos cumprindo nosso compromisso de garantir o serviço essencial de transporte para as pessoas que necessitam manter seus deslocamentos. Com o protocolo de biossegurança, cada terminal da Socicam está apto a realizar seus serviços para que as operações de transporte ocorram com segurança e conforto para todos os passageiros”, conclui Altair Moreira de Souza Filho.

Compartilhe esta matéria

Redação UNIBUS RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *