Setor de transporte lidera ações trabalhistas relativas à Covid-19 no TRT-RN

Setor de transporte lidera ações trabalhistas relativas à Covid-19 no TRT-RN

Do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região
Foto: Andreivny Ferreira (UNIBUS RN)

O setor de transporte, com 21,3%, seguido do comércio e dos segmentos de turismo, hospedagem e alimentação, com 14,7%, compõem a maioria das ações na Justiça do Trabalho no Rio Grande do Norte que envolvem a pandemia da Covid-19.

O levantamento do Tribunal Superior do Trabalho (TST) traz números do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN), onde 81% das ações relativas ao novo coronavírus foram registradas nos últimos dois meses.

Do total de ações, 17% já chegaram ao segundo grau, sendo a maior parte delas relativa ao setor financeiro (38,5%). O percentual de ações oriundas da indústria é de 30,8%. Transporte e administração pública tiveram o mesmo índice, de 15,4%.

Ainda conforme dados do TST, no primeiro grau – não somente no TRT-RN, mas em todo o Brasil – os principais assuntos estão relacionados às verbas rescisórias e ao pagamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

No segundo grau, a liberação do FGTS também aparece como o assunto mais frequente (12,58%), seguido de ações sobre tutelas cautelares e mandados de segurança.

Os dados foram disponibilizados pelo TST esta semana por meio da sua Coordenadoria de Estatística e Pesquisa.

Compartilhe esta matéria

Redação UNIBUS RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *