Natal: Após duas semanas do início da reabertura econômica, ônibus carregam menos passageiros do que o esperado

Natal: Após duas semanas do início da reabertura econômica, ônibus carregam menos passageiros do que o esperado

Por UNIBUS RN
Foto: Andreivny Ferreira (UNIBUS RN)

Nesta terça-feira, 14, Natal completa duas semanas do início da reabertura econômica. Com a flexibilização das medidas de distanciamento social por parte da Prefeitura e do Governo do Estado, que ocasionaram o reinício de algumas atividades produtivas, é notória uma maior movimentação de pessoas nas ruas. Porém, o transporte público não registrou o crescimento de demanda esperado. Essa é a avaliação da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, STTU, que registrou um aumento de demanda abaixo da sua expectativa.

Recentemente, o UNIBUS RN divulgou levantamento do SETURN, sindicato que reúne as empresas de ônibus de Natal, que identificou um crescimento de pouco mais de 16% no número de passageiros transportados diariamente na capital. De acordo com o levantamento, feito após uma semana do início da reabertura econômica, foram 99 mil passageiros transportados por dia. O mesmo levantamento mostrou que, durante o período em que as medidas de isolamento social não permitiram o funcionamento pleno do comércio, a média diária de passageiros transportados foi de 85 mil pessoas.

+ Leia mais: Fluxo de passageiros por ônibus cresce 16,47% em relação ao início da pandemia

Após duas semanas da reabertura gradual do comércio, o UNIBUS RN solicitou à Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, STTU, um levantamento que mostrasse como está a atual demanda de passageiros do transporte público da capital.

A assessoria de imprensa da STTU, ao responder o questionamento do UNIBUS RN, não enviou números absolutos. Informou apenas que registrou, nesses 14 dias de retomada da economia, um aumento “em torno de 15%” no número de passageiros transportados diariamente – de acordo com a pasta, esse levantamento leva em conta os passageiros transportados em ônibus e alternativos. “Com isso, verificamos que a demanda, apesar da abertura gradual do comércio, não tem crescido como esperávamos”, diz a STTU, por meio de nota enviada pela assessoria junto com o levantamento solicitado pela reportagem.

Levando em conta o número absoluto de passageiros divulgado pelo SETURN, são 12.750 passageiros por dia a mais circulando em Natal usando ônibus e alternativos. São exatos 97.750 pessoas usando o sistema de transporte público da capital potiguar diariamente desde o dia 30 de junho. Esse número representa, ainda, um terço do que os ônibus e alternativos transportavam antes do início das medidas de isolamento social (Segundo o levantamento do sindicato das empresas de ônibus, até 19 de março, eram 301 mil pessoas transportadas todos os dias).

Por ser um número considerado aquém do esperado, o UNIBUS RN questionou a pasta sobre os motivos que podem ter levado o natalense a não usar o ônibus nesse período em que as medidas de distanciamento social, tomadas para combater o COVID-19, começaram a ser afrouxadas.

A STTU, através de sua assessoria, elencou dois motivos prováveis para que a demanda de passageiros esteja abaixo do esperado.

A primeira delas é que, apesar da flexibilização do funcionamento de atividades econômicas, o sistema de ensino não voltou ainda a funcionar. “É necessário considerar que todas as instituições de ensino estão fechadas, fazendo com que não haja a circulação ou deslocamento de estudantes, como também os acessos de trabalhadores dessas instituições”, diz o órgão, citando que o mesmo problema ocorre com quem trabalha ou precisa ir aos shoppings.

O outro motivo citado foi a retomada de horários no transporte ferroviário, administrado pela CBTU e que atende, além de Natal, mais 3 municípios da região metropolitana. “Cabe ressaltar que, com o acréscimo de 10 viagens do sistema de trens urbanos da Região Metropolitana a partir desta segunda-feira (13/07) por parte da CBTU, fez com que a demanda das linhas urbanas apresentasse pouco crescimento”, explica a STTU, por meio de nota.

+ Leia mais: Sistema de trens urbanos da Grande Natal terá grade de viagens ampliada a partir de segunda-feira, 13

Frota nas ruas: O UNIBUS RN também questionou a STTU sobre alguma atualização no número de ônibus circulando em Natal.

“Desde a publicação do Decreto Municipal que estabeleceu 30% da frota em operação, houve um acréscimo de frota para 40%, 45%, 47% da frota normal, chegando a mais de 60% de operação em algumas linhas convencionais e opcionais do sistema de transporte público”, diz a nota enviada pela assessoria da STTU, explicando a situação atual da frota circulando na cidade.

O UNIBUS RN chegou a divulgar que a Prefeitura solicitou o aumento da frota para 70% dos veículos do transporte público nas ruas – dentre os ônibus, seriam 406 veículos circulando nos dias úteis. Porém, no dia 07 de julho, a própria pasta informou que o número prometido não seria atingido. Na ocasião, circulavam na capital potiguar 273 ônibus, o equivalente a 47% da frota apta a rodar (580 veículos).

+ Leia mais: Apesar de mais ônibus nas ruas, frota de 70% prometida pela STTU não circula completamente

A STTU ressaltou ao UNIBUS RN, ainda, que segue monitorando diariamente o número de passageiros circulando nos ônibus e alternativos, mantendo equipes de fiscalização nas garagens e pontos estratégicos da cidade. “Ressaltamos ainda que o aumento do percentual da frota em operação está acontecendo de forma gradativa com o retorno das atividades econômicas, seja de comercio, prestadores de serviço ou do segmento educacional”, finaliza a STTU, via nota enviada por sua assessoria de imprensa.

Compartilhe esta matéria

Redação UNIBUS RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *