O passageiro sumiu do transporte coletivo e há dúvidas se voltará

O passageiro sumiu do transporte coletivo e há dúvidas se voltará

Do Diário de Goiás
Foto: Carlos Júnior/Ônibus Brasil – Ilustração

O relatório diário do embarque de passageiros no sistema de transporte coletivo da região metropolitana de Goiânia demonstra, com dados entre 14 de julho e 31 de julho, que há um percentual que variou de 61% a 67% dos passageiros que não voltaram a utilizar o ônibus para seus deslocamentos diários. Os números divulgados pela Sindicato das Empresas do Transporte Coletivo (SET) e Redemob indiciam que boa parte dos passageiros sumiram do sistema e os empresários têm dúvidas se ele voltará.

A referência para a queda é o total de embarque de passageiros de 09/03/20, antes da decretação da situação de emergência por causa da pandemia do Coronavírus, em Goiás. Até aquela data, eram mais de 500 mil passageiros entrando diariamente no transporte coletivo.

Segundo Adriano Oliveira, presidente do SET, entre os fatores que afugenta os usuários do transporte coletivo está o receio de contaminação pelo Coronavírus dentro do ônibus, apesar de todos usarem máscara. Para ele, as medidas sanitárias e o fato de os veículos terem circulação de ar não favorece ao vírus. Os veículos são higienizados a cada viagem.

Compartilhe esta matéria

Redação UNIBUS RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *