Retrô: Os Urbanus Volvo da Riograndense

Retrô: Os Urbanus Volvo da Riograndense

Por UNIBUS RN
Fotos: Acervo UNIBUS RN

A coluna Retrô está de volta. Na edição de hoje, a lembrança fica por conta dos Urbanus da empresa Riograndense, mais especificamente, as unidades encarroçadas no chassi Volvo B10M que fizeram parte da viação, uma das mais antigas do Estado. Os veículos marcaram época, se destacando especialmente pela qualidade ofertada nos serviços.

Os ônibus foram comprados em 1990, destinados para o início da operação da Riograndense em Natal, quando assumiu parte das linhas da empresa TransFlor, e marcou a atuação da empresa no transporte urbano da capital, já que até então a empresa operava linhas metropolitanas e rodoviárias.

Naquela ocasião, a Riograndense já era cliente da Volvo, através de chassis comprados durante a década de 1980, tanto para ônibus rodoviários, quanto para ônibus do tipo urbano, que atuavam nas linhas metropolitanas.

A renovação de 1990 contou ainda com a compra de ônibus rodoviários destinados às linhas intermunicipais da Riograndense. Na ocasião da compra, a Viação Jardinense também havia adquirido veículos com a marca Volvo, e a concessionária da marca no Rio Grande do Norte fez o anúncio dos veículos das duas empresas locais.

Um dos anúncios, contou com a declaração feita pelo diretor da Riograndense, José Venâncio Flor, sobre a qualidade dos produtos da Volvo: “Dentre as marcas existentes, a Volvo tem a tecnologia mais avançada. O seu chassi foi projetado exclusivamente para ônibus. Volvo é também a garantia de assistência técnica imediata 24 horas em qualquer lugar do país”, afirmou.

Pelo grande porte dos ônibus, eles foram direcionados para as duas principais linhas urbanas da Riograndense naquela época: 03 – Nova Natal/Campus e 45 – Brasília Teimosa/Campus.

A atuação dos veículos na Riograndense foi mantida ao longo de toda a década de 1990. Ao deixarem a empresa, eles foram transferidos para a São Cristóvão, empresa que pertencia a Riograndense e fazia a operação da linha que ligava São Gonçalo do Amarante a Natal. Curiosamente, foi mantida a mesma pintura da Riograndense, apenas com pequenas modificações, como a retirada das listas na parte inferior do veículo.

O encerramento das operações dos Urbanus Volvo se deu juntamente com o fim da São Cristóvão, em meados do ano 2000, quando a empresa encerrou as atividades e a linha Natal/São Gonçalo passou a ser operada pela Riograndense.

Compartilhe esta matéria

Redação UNIBUS RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *