Greve dos rodoviários motivou alteração de itinerário da linha N-29 até Ponta Negra

Greve dos rodoviários motivou alteração de itinerário da linha N-29 até Ponta Negra

Por UNIBUS RN
Fotos: Josenilson Rodrigues/Busão de Natal

No último domingo (25 de outubro), parte da linha N-29 (Nova Natal/Campus, via Nova Descoberta) teve sua operação alterada, com o itinerário modificado circulando até a praia de Ponta Negra, na zona sul. Ao invés da linha fazer seu retorno em frente ao Nordestão Cidade Jardim, como determina seu itinerário, alguns veículos da empresa Reunidas foram até Ponta Negra, realizando operação semelhante a linha N-73 (Santarém/Ponta Negra), fazendo o retorno na rotatória de Ponta Negra.

A modificação aconteceu apenas nos veículos da empresa Reunidas, uma vez que a linha é compartilhada e operada conjuntamente também pela Guanabara.

O motivo da alteração, considerada emergencial, foi a greve dos rodoviários. Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU), a alteração não foi uma operação autorizada, mas a empresa Reunidas justificou ao órgão gestor que, devido a greve dos rodoviários, em vigor desde a última sexta-feira (23), a linha N-73 não estava suprindo a demanda de usuários para Ponta Negra. Por isso a extensão da N-29 até a praia excepcionalmente.

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal – Seturn, entidade que reúne as empresas de ônibus da capital, também confirmou a alteração emergencial devido a greve dos rodoviários. Segundo o sindicato patronal, a baixa operação da linha N-73 afetou o fluxo de demandas para os usuários que buscavam se deslocar até a Praia de Ponta Negra, sendo necessária a alteração excepcional da linha N-29.

Nesta segunda-feira (26), a operação da linha N-29 voltou ao itinerário normal.

Redação UNIBUS RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *