Greve dos rodoviários: Audiência de conciliação põe fim ao movimento após cinco dias

Greve dos rodoviários: Audiência de conciliação põe fim ao movimento após cinco dias

Por UNIBUS RN
Foto: Elianderson Silva

A terça-feira começou com mais um cenário de caos, mas terminou com alívio para o natalense que precisa usar o ônibus para seus deslocamentos. Depois de 5 dias, a greve dos trabalhadores das empresas de ônibus da capital potiguar, organizada pelo SINTRO / RN (Sindicato que representa os rodoviários), foi encerrada após acordo entre rodoviários e empresários.

O movimento, que começou à 0h da última sexta-feira, 23, tinha como pauta de reivindicações a manutenção da data-base da categoria, vencida em 1º de maio, a disponibilização dos benefícios da convenção coletiva da categoria, como o pagamento de vale-alimentação e o plano de saúde, o pagamento correto de verbas rescisórias para rodoviários demitidos e o cumprimento de medidas judiciais que anularam demissões recentes.

Na sua cobertura da paralisação, o UNIBUS RN faz nesta matéria um balanço do que ocorreu no quinto e último dia da greve dos rodoviários.

+ Leia mais: Primeiro dia de retomada do movimento, juntamente com paralisação de permissionários, trazem caos ao natalense
+ Leia mais: Retomada da paralisação chega ao quarto dia, sem avanços nas negociações

Manhã de expectativa: O começo da terça-feira foi de grande expectativa por toda a cidade. Afinal de contas, a notícia da convocação de uma audiência de conciliação, feita pelo Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região, trazia uma perspectiva de que enfim houvesse algum acordo entre empresas e trabalhadores para que a greve acabasse.

Ontem, o SINTRO / RN havia indicado que ainda estaria vigente o estado de greve enquanto não houvesse o resultado da audiência. Por conta disso, mais uma vez paradas lotadas e trânsito bastante carregado foram cenas comuns nas ruas e avenidas de Natal.

Com a notícia do fim da greve, divulgada ainda pela manhã, houve uma grande sensação de alívio nos usuários, que puderam voltar a contar com uma maior quantidade de ônibus circulando pela cidade.

Detalhes do acordo: A audiência que selou o fim da greve foi convocada pelo Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região, dentro do processo que pede a instauração do dissídio coletivo dos rodoviários.

Solicitada pela desembargadora federal Maria do Perpétuo Socorro Wanderley de Castro, Vice-Presidente do TRT / RN, a audiência, feita via videoconferência, contou com a presença de representantes do SINTRO / RN, do SETURN (Entidade que representa as empresas) e do Ministério Público do Trabalho.

Na audiência, empresários e trabalhadores chegaram a um acordo para que dois itens da pauta de reivindicações pudessem ser disponibilizados. O acordo prevê a disponibilização do Plano de Saúde, com disponibilização retroativa ao dia 1º de outubro, com pagamento do valor integral já com reajuste na tabela, e o pagamento de R$ 160,00 referentes ao vale-alimentação até o final do ano. O acordo prevê ainda que as demais cláusulas da convenção coletiva da categoria devam ser discutidas até janeiro, prazo previsto para que a negociação seja finalizada.

A forma como as negociações foram conduzidas pelas partes na audiência desta terça-feira foi elogiada pela magistrada que comandou os trabalhos. “A Desembargadora […] ressaltou a maturidade que foi alcançada na discussão, considerando que o momento é de pensar na população, o que determinara o imediato aprazamento das audiências de conciliação neste dissídio coletivo que já estava em andamento, e cumprimentou as partes pela resiliência na negociação, sempre no sentido de que o pensamento atual deve ser aplicado como uma soma de concessões, mas que resulta em ganhos recíprocos”, diz um trecho da ata da audiência.

Com o acordo firmado e a greve encerrada, a normalização da circulação da frota ocorreu ao longo da tarde de hoje, fazendo com que no horário de pico já estivessem disponíveis aproximadamente 400 ônibus em circulação em Natal, o correspondente a 70% da frota – esse percentual havia sido determinado anteriormente pela Prefeitura do Natal.

Compartilhe esta matéria

Redação UNIBUS RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *