SEST SENAT e Ministério da Saúde alinham parceria para cuidar da saúde dos caminhoneiros

SEST SENAT e Ministério da Saúde alinham parceria para cuidar da saúde dos caminhoneiros

Da Agência CNT Transporte Atual
Foto: Divulgação

O presidente da CNT e do SEST SENAT, Vander Costa, participou nesta quarta-feira (11) da cerimônia de lançamento da campanha Novembro Azul no Ministério da Saúde

Em cerimônia realizada nesta quarta-feira (11) no Ministério da Saúde, o ministro Eduardo Pazuello divulgou as ações do governo em prol da campanha internacional Novembro Azul, que visa conscientizar sobre a prevenção ao câncer de próstata. Além disso, lançou o cartão de saúde do caminhoneiro, que será distribuído aos motoristas profissionais do transporte rodoviário de cargas para que, ao acessarem as Unidades de Atenção Primária em Saúde, tenham melhor acompanhamento do tratamento. O presidente da CNT (Confederação Nacional do Transporte) e dos Conselhos Nacionais do SEST e do SENAT, Vander Costa, foi um dos convidados do evento.

O cartão é um documento público que ficará em posse do usuário e será utilizado para a coleta de dados dos atendimentos realizados em qualquer estabelecimento de atenção primária em saúde do país. “O objetivo é possibilitar a construção de uma política de acesso e coordenação do cuidado em âmbito nacional para populações itinerantes”, antecipou o secretário de Atenção Primária à Saúde, Rafael Câmara. “Nós sabemos que os caminhoneiros estão, a cada dia, em local do país e é fundamental uma política de saúde que os privilegie e tenha um cuidado muito especial com eles”, explica.

O SEST SENAT e o Ministério da Saúde estão construindo um acordo de cooperação para que o SEST SENAT realize a distribuição do documento aos caminhoneiros, por meio das unidades operacionais distribuídas por todo o país.

Atendimentos a caminhoneiros no SEST SENAT

Apenas no ano passado, o SEST SENAT atendeu 471,5 mil caminhoneiros, seja em campanhas in loco, com abordagens nas rodovias, em garagens e postos de abastecimento, seja em uma das mais de 150 unidades operacionais espalhadas pelo país. Justamente por estarem em constantemente em deslocamento, eles têm prioridade nos atendimentos prestados nas unidades.

Segundo a Pesquisa CNT Perfil dos Caminhoneiros 2019, 99% dos caminhoneiros no Brasil são homens. Menos da metade – 42% – procuram atendimento médico com foco em prevenção. Outros 38% buscam serviços de saúde somente quando aparecem sintomas de doenças ou quando os sintomas se agravam; 13% sequer procuram profissionais de saúde.

Missão do SEST SENAT

Em 2019 foram mais de 12,8 milhões de atendimentos realizados pelo SEST SENAT a trabalhadores do setor de transporte, seus dependentes e à comunidade. Desses, 5,7 milhões foram em saúde e qualidade de vida.

Dos atendimentos destinados a titulares do SEST SENAT (trabalhadores do transporte), 78,5% foram para o público masculino.

A atuação do SEST SENAT amplia e estimula o acesso a cuidados preventivos e a tratamentos para esse público, que precisa de atenção especializada. As unidades oferecem serviços de odontologia, fisioterapia, psicologia e nutrição, todos com foco nas principais necessidades de quem trabalha no transporte.

Hoje, com 156 unidades operacionais em todo o Brasil, o SEST SENAT possui uma capilaridade que permite à instituição beneficiar 4.200 municípios, cerca de 77% do total de cidades brasileiras. Essa capilaridade também possibilita que motoristas do transporte de cargas iniciem seus tratamentos em uma cidade e deem continuidade em outra.

Compartilhe esta matéria

Redação UNIBUS RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *