Pesquisa mostra queda de 68% no uso de transporte público na pandemia

Pesquisa mostra queda de 68% no uso de transporte público na pandemia

Do Mobilize/ Moovit
Foto: Thiago Martins/UNIBUS RN/Ilustração

Moovit realiza pesquisa nacional que revela uma queda de 85% para 68% entre os que usavam ônibus, trem e metrô antes e durante a covid-19; e tendência a ficar em 70%

A empresa de mobilidade Moovit apresentou nesta quarta-feira (18), durante encontro virtual da Anfavea* os resultados de uma pesquisa que realizou no Brasil e na América Latina com usuários do serviço sobre o impacto da pandemia da covid-19 no transporte público.

No país, foram consultadas 9.500 pessoas, em sete capitais brasileiras, sobre as seguintes questões: se usavam o transporte público antes da pandemia; se seguem usando; e se pretendem usar daqui a seis meses. Resultado: antes da covid-19, 85% dos respondentes utilizavam ônibus, trens e metrô; o índice caiu para 68% durante a pandemia. E a tendência é que se estabilize em 70% nos próximos seis meses, uma redução de 15% no país.

Transporte individual

A mesma pesquisa também apontou um crescimento na preferência por carros particulares: se era escolha para 6% dos respondentes antes da pandemia, o índice cresce para 10%, e se mantém no mesmo patamar na perspectiva para seis meses. Os aplicativos de caronas compartilhadas também crescem, de 3% para 10%, mas caem para 6% na tendência para seis meses. Entre as razões apontadas pelos usuários, se sentir mais seguro em um transporte individual foi uma das mais escolhidas.

Os usuários também foram questionados sobre o que os faria usar mais transporte público durante a pandemia. Entre os incentivos, 77% dos respondentes pedem aumento da frota para evitar que ônibus, metrôs e trens fiquem lotados; 63% gostariam de saber a localização dos veículo em tempo real; e 45% solicitam informações mais precisas sobre quais linhas estão operando.

*3ª edição do Conexão Anfavea, encontro virtual promovido pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores

Compartilhe esta matéria

Redação UNIBUS RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *