PE: Motoristas e cobradores suspendem greve por tempo indeterminado

PE: Motoristas e cobradores suspendem greve por tempo indeterminado

Do Diário de Pernambuco
Foto: Rafael Fernandes (Gentilmente cedida ao UNIBUS RN)

Motoristas e cobradores de ônibus que atuam na Região Metropolitana do Recife decidiram nesta segunda-feira (23) suspender a greve marcada para a próxima terça (24). A decisão foi tomada pela categoria após uma reunião com empresários do setor e representantes do governo do estado, Ministério Público do Trabalho e Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região.

Com o acordo firmado, todos os ônibus do Grande Recife, com exceção dos BRT’s, deverão voltar a ter cobradores a partir de 3 de dezembro. Além disso, os salários dos profissionais vão passar por reajustes, e os rodoviários terão direito a pagamento retroativo referente a salários de junho a dezembro.

Para o rodoviário Josival Costa, o acordo é uma grande conquista da categoria, mas ainda não é o fim das reivindicações. “Não foi o que queríamos, mas, como a gente conseguiu garantir o emprego de nossos companheiros, ficamos satisfeitos”, afirma. A portaria deve ser divulgada no Diário Oficial desta terça-feira (24).

O rodoviário diz, ainda, que algumas demandas da categoria não foram totalmente sanadas, como a revisão dos valores de vale-alimentação e equiparação com salários de profissionais de outras capitais. “Vamos continuar na luta para conseguir mais êxito relacionado à equiparação”, finaliza.

“O governo do estado, Urbana-PE e Sindicato dos Rodoviários chegaram a um acordo para o cancelamento da greve dos rodoviários em audiência de mediação e conciliação do Tribunal Regional do Trabalho e Ministério Público do Trabalho, realizada nesta segunda-feira (23). Com o objetivo de manter a operação dos serviços de transporte coletivo, especialmente no estado de calamidade pública decorrente da epidemia do Covid-19, o Grande Recife editou portaria que estabelece a aplicação da lei municipal 18.761/ 2020 na Região Metropolitana. A determinação passa a valer a partir de 03/12, quando entra em vigor a lei da capital pernambucana” comunicou o governo.

“Frente às ameaças de paralisação do serviço de transporte público por ônibus, a Urbana-PE solicitou mediação pré-processual junto ao Tribunal Regional do Trabalho da 6ª região, buscando mais uma vez o diálogo com os representantes dos trabalhadores rodoviários. Durante a audiência realizada nesta segunda-feira, o setor empresarial foi ao limite da sua capacidade para alcançar um entendimento. Concordaram os sindicatos no reajuste de 2,6943% nos salários e auxílio alimentação, na concessão de garantia contra rescisões imotivadas por um período de seis meses e na renovação da convenção coletiva anterior. Diante do acordo, o Sindicato dos Rodoviários comprometeu-se a desistir do movimento grevista anunciado”, destacou o Urbana-PE, sindicato das empresas de ônibus, em nota oficial.

Redação UNIBUS RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *