STTU reinicia instalação de lombadas eletrônicas em Natal

Por Tribuna do Norte
Foto: Alex Régis (Tribuna do Norte)

A Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU) efetivou, nos últimos dias, a substituição de mais da metade dos equipamentos de fiscalização eletrônica da cidade e pretende finalizar as modificações até o final do mês. Ao todo, são 29 novos aparelhos, entre lombadas eletrônicas, fotossenssores e radares de medição de velocidade. Até agora, 19 deles foram substituídos. O custo de manutenção dos aparelhos será de R$ 250 mil por mês e os equipamentos vão monitorar 32 vias em pontos diversos da cidade.

A troca desses aparelhos foi iniciada em junho deste ano, mas passou por dificuldades nos trabalhos em virtude da pandemia de coronavírus, uma vez que determinados equipamentos eram de origem importada. Nas últimas semanas, a STTU intensificou as trocas e as medições e quer terminar o ano com os novos equipamentos em funcionamento.

De acordo com o engenheiro e técnico da STTU, Newton Filho, a troca foi necessária pelo fato dos antigos radares terem sido instalados em 2014 e já havia necessidade para troca em virtude do prazo de validade desses equipamentos e da licitação. Os novos aparelhos, segundo ele, possuem tecnologia mais moderna e possibilitam maior integração com os sistemas da STTU.

“Estamos concluindo agora a substituição desses equipamentos. Os mais modernos têm uma câmera que consegue fazer a função de duas. Eles permitem maior integração, melhor processamento de dados, mas a funcionalidade é a mesma”, explicou Newton Filho.

O contrato de operacionalização desses itens possui vigência de 12 meses, podendo ser renovado por cinco vezes consecutivas (60 meses). O investimento pode chegar até a R$ 4 milhões. A empresa vencedora da licitação é a Sertell Soluções em Mobilidade e Segurança. Os novos equipamentos, inclusive, chegaram a ser testados no cruzamento das Avenidas Tavares de Lira e Duque de Caxias, na Ribeira, zona Leste de Natal.

Em toda Natal, existem oito lombadas eletrônicas e 18 radares, sendo nove deles em cruzamentos de avenidas e ruas de maior movimentação. Nos cruzamentos, os radares flagram infrações como corte de semáforo vermelho, parada na faixa de pedestre e alta velocidade, quando o condutor está acima de 60km/h. Nos radares e lombadas eletrônicas, a velocidade máxima permitida é de 50km/h.

Além da troca de radares eletrônicos, a STTU também está concluindo outro processo licitatório para contratação de uma empresa especializada na prestação de serviços tecnológicos de gestão de mobilidade com disponibilização de sistema gerenciador, tipo talonário eletrônico, para gestão de infrações de trânsito, infrações de transporte, boletins de acidente de trânsito, entre outros. A homologação do pregão eletrônico foi publicada na edição do Diário Oficial do Município no último dia 2 de dezembro. O valor anual para prestação do serviço será de R$ 88 mil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.