Entidades de transporte querem se reunir com Bolsonaro para pedir ajuda e evitar colapso

Entidades de transporte querem se reunir com Bolsonaro para pedir ajuda e evitar colapso

Da FETRANSPOR
Foto: Andreivny Ferreira (UNIBUS RN)

As empresas de transporte público, através de suas entidades representativas, juntamente com outras instituições da cadeia de produção desse segmento, pediram uma audiência com o presidente da República, Jair Bolsonaro. O pedido se deu no final de 2020, após o veto presidencial ao auxílio emergencial de R$ 4 bilhões, prometido para ajudar o setor a se reerguer do forte impacto econômico provocado pela pandemia da Covid-19.

Findadas as chances de aprovação do auxílio, previsto em projeto relatado por Eduardo Gomes, líder do governo no Congresso, que inclusive informou que seria editada Medida Provisória com texto parecido, o que não ocorreu até o momento, o setor de transporte público brasileiro pretende agora pedir socorro pessoalmente ao presidente. O pedido de audiência ainda aguarda retorno e, segundo o empresariado do setor, é o único fio de esperança para impedir o colapso do sistema em 2021.

De acordo com as entidades que pretendem se reunir com Bolsonaro, a demanda foi reduzida a 60% do que era antes da pandemia e ônibus urbanos, trens e metrôs acumulam prejuízo de R$ 16,3 bilhões, com perda de 57 mil postos de trabalho, de janeiro a outubro de 2020, somente nas empresas de ônibus.

Redação UNIBUS RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *