STTU promete restabelecer 100% da frota em até 5 dias na capital

Do Portal Agora RN
Foto: Flávio Souza/Ilustração

A Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU) informou ao Agora RN que irá estabelecer 100% da frota do sistema de transporte público da capital em até cinco dias. A promessa foi anunciada nesta quarta-feira 10 e atende à uma determinação judicial.

A pasta informou que vai cumprir o que pede recurso da Defensoria Pública do Estado (DPE) e do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN). Ou seja: vai restabelecer a totalidade da frota do transporte público em circulação, bem como reativar 20 linhas de ônibus que foram suspensas no início da pandemia da Covid-19.

A decisão da Justiça potiguar, assinada na segunda-feira 8, levou em consideração “os princípios da dignidade da pessoa humana”, assim como “o direito à vida e à saúde face ao contexto atual da pandemia da Covid-19 no Rio Grande do Norte”.

Suspensão de gratuidade de idosos e meia-passagem de estudantes
A gratuidade para idosos e a meia-passagem para estudantes foram suspensas desde segunda-feira (8), das 6h às 8h e das 17h às 19h, durante todos os dias úteis da semana. Para os estudantes, a exceção é para aqueles que continuam frequentando aulas em regime presencial. De acordo com a Prefeitura de Natal, a medida serve para tentar conter o avanço da pandemia de Covid-19 na capital.

De acordo com o decreto assinado pelo prefeito Álvaro Dias (PSDB), a operação do serviço de transporte público coletivo de passageiros poderá sofrer “alterações a qualquer tempo, de horários, viagens, frequências e frota” com o objetivo de “evitar a aglomeração de pessoas”. A determinação foi publicada no mesmo decreto que ampliou o funcionamento do comércio local, sem seguir o toque de recolher decretado pela governadora Fátima Bezerra (PT), na sexta-feira (5).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.