VW Multivan é a nova Kombi, híbrida e com motor de Polo GTS

Do Portal Automotive Business
Fotos: Divulgação

Não é todo dia que a Volkswagen tem oportunidade de apresentar a releitura moderna de um clássico, como é o caso da recém-lançada geração da Multivan, considerada a sucessora da Kombi, como mostra a reportagem do site Primeira Marcha.

Uma das maiores novidades é uma inédita versão híbrida, que traz motor 1.4 turbo de 150 cv (o mesmo que equipa o Polo GTS no Brasil) combinado com um elétrico, que leva a potência aos 204 cv. Esse mesmo conjunto mecânico está presente no Golf GTE que a Volkswagen vendeu no Brasil recentemente.

Essa é a geração T7 da van da Volkswagen (o número refere-se à 7ª geração). Vale lembrar que a nossa Kombi, lançada em 1953 e mantida em linha até 2013, chegou apenas até a geração T2. Ou seja, entre elas, existiram outras quatro encarnações do utilitário.

E você quer saber quais são as chances de a Volkswagen trazer a nova Multivan para o Brasil? Praticamente as mesmas de voltar a produzir a antiga Kombi. Mesmo assim, vale conhecer um pouco da nova Multivan, que é produzida sobre a polivalente plataforma MQB, a mesma da família Polo e do Taos.

A nova van tem 4,97 m de comprimento, 3,12 m de entre-eixos, 1,94 m de largura e até 1,90 m de altura e pode levar até 7 ocupantes. Ele é bem maior que a nossa Kombi, que tinha 4,51 de comprimento, 2,40 de entre-eixos e 1,72 m de largura, apesar de a versão antiga ser bem mais alta (2,04 m).

Pelo menos no visual, a versão apresentada faz uma referência direta a uma característica marcante da antiga Kombi: a famosa pintura em dois tons, que no Brasil era chamada popularmente de “saia e blusa”.

O desenho segue estilo minimalista, e, mesmo sendo um veículo comercial, lembra os novos Golf e ID. 3, com faróis estreitos com os cantos arredondados. Aliás, se engana quem pensa que a Multivan é despida de tecnologia.

Ela pode trazer teto solar panorâmico com vidro laminado que reduz a radiação térmica, portas deslizantes elétricas, que podem ser operadas por gestos, faróis de LED (com a tecnologia IQ.LIGHT como opcional), comunicação local com outros veículos e infraestrutura das rodovias, pacote IQ.DRIVE Travel Assist, que inclui controle de velocidade adaptativo e o assistente de saída de faixa com correção, câmera 360 ​​graus e quadro de instrumentos digital.

Há um quadro de instrumentos digital de 10,25 polegadas para uso do motorista, enquanto a central multimídia no centro do painel traz uma tela tela sensível de 10 polegadas e sistema de som Harman Kardon com 14 alto-falantes.

Para garantir conforto e praticidade para seus ocupantes, os bancos da segunda podem girar em um ângulo de 180 graus para criar o efeito “sala de conferência”. A parte traseira do piso também é totalmente plana e permite a retirada dos bancos para ganhar uma grande área de carga.

Além do conjunto híbrido, a Volkswagen Multivan pode ser equipada com outras motorizações: 1.5 turbo de 136 cv, 2.0 turbo de 204 cv ou 2.0 turbodiesel de 150 cv. Todos são combinados com uma transmissão de dupla embreagem de sete marchas.

A VW vai começar a vender o modelo na Europa no final deste ano. A empresa não divulgou os preços, mas segundo a imprensa alemã seu preço inicial será de € 45.000 euros (R$ 278 mil).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.