Especial UNIBUS RN: Da Reunidas para o fretamento, a trajetória de um ônibus marcado por um trágico acidente

Por UNIBUS RN
Fotos: Andreivny Ferreira (UNIBUS RN), Iury Mello (Acervo UNIBUS RN), Ruan Silva (Acervo UNIBUS RN) e Sanderson Aurélio (Gentilmente cedidas pelo canal Ônibus do RN)

A coluna Especial UNIBUS RN está de volta! Nesta edição, contaremos a trajetória de um ônibus que, para muitos, pode ser mais um veículo comum, dada a abundância de veículos com configuração semelhante. Mas, sua trajetória é única e muito marcante para quem pratica a busologia ou estuda o transporte público – mesmo que, em sua história, tenha uma passagem triste, se envolvendo em um trágico acidente.

Continue conosco, pois você irá conhecer a trajetória do veículo de prefixo 0837, da empresa Reunidas – atualmente desativado, o ônibus hoje está com um proprietário particular, em Icapuí (CE).

O início de tudo: Originalmente, o nosso personagem foi adquirido zero km pela empresa Reunidas, usando em Natal o prefixo 0837. O veículo é montado no modelo Torino, da Marcopolo, com o chassi OF-1722M, da Mercedes-Benz.

Fabricado em 2010, o 0837 veio em um lote de 12 unidades que a Reunidas comprou naquele ano. Esse lote foi comprado conjuntamente, onde todas as empresas de Natal adquiriram 50 veículos para a renovação de frota da cidade. Tal compra foi apresentada em um grande evento, que ocorreu no estacionamento do antigo estádio Machadão (Hoje, Arena das Dunas), em Lagoa Nova, em março de 2010.

+ Leia mais: Especial UNIBUS RN – O personagem do acidente de 10/07/2013

O 0837 iniciou suas operações em abril de 2010. Passou um grande período na linha 26 (Hoje, N-26: Soledade I/Ponta Negra), fazendo parte de uma grande renovação de frota que a linha ganhou naquela ocasião. Assim, os usuários da Zona Norte tinham a oportunidade de andar melhor acomodados em direção a Zona Sul de Natal.

No final de 2012, o nosso personagem mudou de linha. Com a junção das linhas 10 (Nova Natal/Ribeira), então operada pela Guanabara, e 29 (Soledade II/Campus – Via Nova Descoberta), onde a Reunidas operava, a então recém-criada 10-29 (Atual N-29: Nova Natal/Nova Descoberta) passa a rodar com ônibus das duas empresas. Constituindo a frota da linha, lá ia o 0837, com uma excelente conservação.

Entretanto, sua trajetória se encerrou abruptamente no dia 10 de julho de 2013. Às 7:30 da manhã, ao avançar um sinal sonoro e tentar passar em uma passagem de nível da Avenida Nevaldo Rocha, foi atingido por uma locomotiva da CBTU. O trem, que fazia a linha Natal / Parnamirim, atingiu a lateral do ônibus que, em alta velocidade para tentar escapar do impacto, perdeu o controle e tombou metros adiante. 22 pessoas ficaram feridas e, infelizmente, um adolescente de 14 anos, que estava a caminho da escola, morreu no acidente.

+ Leia mais: ‘Vi pânico e gritaria’, diz motorista de ônibus que colidiu com trem em Natal
+ Leia mais: Falhas de sinalização podem ter causado colisão
+ Leia mais: Motorista é indiciado por homicídio doloso

Volta surpreendente: Passados dois meses desse terrível acidente, o Grupo A. Cândido, proprietário da empresa Reunidas, fez um trabalho de reforma surpreendente no veículo, o restaurando totalmente em um curto espaço de tempo – o impacto causara danos consideráveis na estrutura do ônibus na ocasião.

Com o aspecto de um ônibus novo, ele foi flagrado apenas dois meses após o acidente iniciando suas atividades em outra empresa do grupo.

No final do mês de setembro de 2013, nosso personagem foi flagrado com a identidade visual da empresa Transnacional, maior do grupo no segmento urbano, na cidade de Campina Grande, na Paraíba. Operando com o prefixo 0721, ele substituiu um Senior Midi que havia sido deslocado na ocasião para operação da filial da empresa em João Pessoa.

+ Leia mais: Ônibus que se envolveu em acidente com trem em Natal volta a circular

Em sua passagem por Campina Grande, chegou a trocar de prefixo (Passou a ter como número de ordem 3021) e de pintura: Com a adoção dos consórcios na cidade, passou a ter como identidade visual a identificação do Consórcio Santa Verônica, da qual a Transnacional faz parte.

Nosso personagem circulou nas ruas de Campina Grande por aproximadamente 6 anos. Em meados de 2019, foi desativado e direcionado para outra empresa do Grupo A. Cândido.

Consórcio Metropolitano: No final de 2019, o nosso personagem inicia suas operações em mais uma empresa do Grupo A. Cândido. O veículo passa a circular em linhas que atendem cidades da Região Metropolitana de João Pessoa.

Nosso personagem passou a ter o prefixo 56063, com a identidade visual do Consórcio Metropolitano. De propriedade da empresa Transnacional, o veículo atendeu majoritariamente linhas da cidade de Bayeux, uma das mais importantes do entorno da capital paraibana.

A operação nas linhas de Bayeux foi por um curto período. Por aproximadamente um ano, quem circulava no entorno de João Pessoa pôde utilizar o veículo.

Novos ares: Com a desativação do veículo, novos ares eram necessários para sua trajetória. E, literalmente, o vento o levou para uma nova história.

Atualmente, o veículo está operando pela empresa Marques Locação, da cidade de Icapuí, no Ceará.

Fazendo divisa com o Rio Grande do Norte, a região onde está Icapuí possui canteiros de obras para a inclusão de usinas de geração de energia por meio eólico, onde há bastante demanda de transporte por fretamento para o deslocamento dos funcionários.

A empresa também faz outros fretamentos na região. Para contratar a Marques Locação para fazer o seu fretamento, basta entrar em contato pelo telefone (84) 99115-0504 (Também é WhatsApp).

* Atualizada em 21/06/2021, 11:18, para acréscimo de informações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.