SP: 32 mil passageiros são transportados por dia no sistema BRT Sorocaba

Por NTU
Foto: Guilherme Costa (Ônibus Brasil)

O sistema BRT Sorocaba transporta cerca de 32 mil passageiros por dia e mais de 180 colaboradores trabalham para manter as atividades. Todos os dias, das 4h às 0h, o serviço de transporte está disponível para os sorocabanos. Os fluxos internos de melhorias e manutenção são realizados 24h, sem parar.

Nos bastidores, o ciclo de preparação da operação começa na noite do dia anterior, com a chegada dos veículos à garagem a partir das 19h até às 0h para a inspeção, desde a estrutura física até a verificação de dados do tacógrafo e número de giros da catraca. Em seguida, são direcionados para o abastecimento e revisão mecânica na parte inferior de cada um dos carros.

“Quando os veículos chegam à garagem, eles passam por checagem de avarias, iluminação, ar condicionado e conversamos com os motoristas para certificar se houve alguma anormalidade. Se algo for identificado, logo acionamos a equipe de manutenção para a realização dos reparos. Cada etapa tem um time responsável e esse circuito é realizado com toda frota. Então, não paramos e a partir das 4h já iniciamos uma nova operação”, esclarece Isaías Rodrigues, Gerente de Manutenção da Concessionária BRT Sorocaba.

Após a verificação geral, a frota é direcionada para a fase final de higienização, com a lavagem externa e limpeza interna. Por fim, é direcionada para o pátio e está pronta para a próxima viagem que acontecerá no dia seguinte. Os ônibus começam a sair da garagem às 4h, em direção aos terminais e levam os passageiros da Zona Norte para o Centro e região Sul da cidade. São motoristas, agentes de bordo, fiscais, equipe de limpeza e manutenção à postos, para cuidar de todo serviço de transporte.

Durante o período de operação e manutenção das estruturas, o que acontece nos terminais, estações e veículos é acompanhado pelo Centro de Controle Operacional (CCO). Manoel Ferreira, Diretor de Operações da Concessionária BRT Sorocaba, explica que, por meio do painel de controle no CCO, tem uma visão total da operação.

“Essa ferramenta nos permite ter uma leitura de tudo e sabemos o que está acontecendo em cada ponto. Vemos onde o ônibus está passando ou se está em alguma parada. Isso é possível por que toda frota é monitorada por GPS. Se alguma eventualidade ocorrer, agimos o quanto antes e, assim, seguimos ao longo de todo o dia“ , esclarece Ferreira.

A visão do passageiro: Para o passageiro que chega a uma das estações localizadas nos Corredores Itavuvu e Ipanema ou nos Terminais São Bento e Vitória Régia, o principal é ter um serviço que facilite o seu dia a dia. Por isso, um transporte seguro, confortável e com previsibilidade faz toda a diferença.

As funcionalidades disponíveis no BRT, como o acesso em nível com várias portas abrindo simultaneamente, possibilitam um embarque/desembarque de um número maior de passageiros em um menor tempo com toda segurança e sem aglomeração, o que também ajuda a reduzir os minutos de deslocamentos.

“Com o pagamento prévio da tarifa nos terminais e estações, o embarque se torna mais rápido e sem filas. Esse é um tipo de embarque comum nas grandes cidades com metrô. Em uma única viagem, nossos veículos superarticulados de 23 metros conseguem transportar até 176 pessoas e o fato de rodarem em pista exclusiva, sem congestionamento, isso favorece a rotina de quem anda de ônibus”, ressalta Ferreira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.