Natal: Velocidade é maior causa de multas no trânsito

Da Tribuna do Norte
Foto: UNIBUS RN/Ilustração

As cinco principais infrações de trânsito cometidas em Natal pelos que trafegam pela cidade são alta velocidade, falta do uso de cinto de segurança, uso do celular, estacionamento irregular e avanço de sinal vermelho. Os dados são da Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU), que vêm tentando conscientizar os motoristas sobre o assunto.

De acordo com o setor de estatística da STTU, todas essas infrações, juntas, correspondem a 55% de todas as multas registradas até 22 de julho de 2021 na capital. No mesmo período de 2020, a falta do cinto de segurança (9,91%) e velocidade superior a máxima em até 20% (7,83%) já apareciam entre as cinco principais multas da capital.

Para o secretário de mobilidade urbana de Natal, Paulo César Medeiros, é importante que os motoristas tenham consciência sobre os perigos de não usar cinto de segurança tampouco mexer no celular ao volante, com o intuito de preservar a si mesmo e ao próximo. Entre esses cuidados estão o uso do cinto, obediência a velocidade da via, dar a seta na hora de ultrapassar e,principalmente, não dirigir falando no celular.

“Isso passa por uma nova percepção, uma nova cultura, que é algo difícil, porque cultura não se muda do dia para noite. O segundo motivo para autuação esse ano é o não uso do cinto. Já tem várias décadas que isso é obrigatório. Não fazer isso é algo muito arriscado, porque você pode bater o carro e ter lesões graves. O uso do celular é um grande motivo de acidentes. A pessoa está absorta e comete uma batida. Ela pode atropelar uma pessoa, isso pode gerar óbitos”, cita.

“As autuações caíram no período pandêmico, primeiro porque houve uma redução de veículos transitando, e depois porque nossos agentes ficaram ocupados em outras atividades, como apoio à vacinação, controle de filas em hospitais, então tínhamos uma quantidade de agentes na STTU em trabalhos burocráticos, estamos reduzindo essa participação dos agentes, porque entendemos que eles são primordiais no trânsito da cidade”, acrescenta o secretário sobre as multas em 2020.

O secretário explica ainda que a multa não tem um caráter punitivo, mas sim educativo. “Ninguém precisa ter medo da multa se não comete infração. A gente tem que entender que a multa é uma consequência da infração. E pasmen, tantos anos após a obrigatoriedade do uso do cinto, ainda é um dos principais motivos de multas. É lamentável”, cita.

Um dos principais motivos de multas em Natal é a velocidade, que acabou por ser a infração com mais registros até 22 de julho de 2021, com 14.532 ocorrências. Segundo o secretário, os principais corredores de Natal, como avenida Salgado Filho, Hermes da Fonseca, Prudente de Morais, entre outros, estão com uma velocidade entre 50 e 60 km/h. Segundo ele, a velocidade menor pode diminuir a quantidade de acidentes e dar fluidez ao tráfego.

“Colocamos mais placas e as pessoas estão lembrando mais disso. A velocidade normal da via é 50km. Nos cruzamentos é 60, já faz tempo, é até como forma de evitar autuações, alguém mais descuidado. Precisamos entender que esse desejo de andar mais rápido nas vias públicas, não significa maior velocidade no trânsito. Quando se estipula essas velocidades, ainda assim você consegue vencer a Salgado Filho num período razoável. Os sinais são todos sincronizados”, completa.

MULTA
Quantidade e percentual

Transitar velocidade superior a máxima em até 20%: 14.532 (27,62%)
Deixar de usar o cinto de segurança: 4.757 (9,04%)
Dirigir veículo segurando telefone celular: 3.506 (6,66%)
Estacionar ao lado ou sobre canteiro central: 3.118 (5,93%)
Avançar o sinal vermelho do semáforo: 3.030 (5,76%)

Dicas de trânsito:
Motorista, fique atento a sinalização. Ela sempre te ajudará a evitar acidentes.
Use sempre o cinto de segurança, ele é o equipamento mais eficaz na redução de ferimentos em caso de acidentes.
Não transporte crianças no banco da frente. Em caso de acidentes, ela estará mais protegida no banco traseiro, desde que transportada na cadeirinha.
Respeite a faixa de pedestres.
Respeite os limites de velocidade das vias, eles foram definidos após estudos técnicos que definem a velocidade adequada.
Não dirija após ingerir bebidas alcoólicas, essa combinação sempre causa acidentes.
Motociclista, use sempre o capacete. Ele é sua segurança no caso de impactos.
Ciclistas, motociclistas e pedestres; procurem sempre ser vistos pelos motoristas.
Ciclista, nunca ande segurando um veículo em movimento. No caso de quedas, esta atitude pode ser fatal.
Evite usar aparelho de som enquanto se locomove, seja a pé, de moto, de carro ou de bicicleta. O som evita que você ouça a aproximação de outro veículo e pode causar acidentes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.