Empresa fará primeira viagem rodoviária com ônibus 100% elétrico no Brasil

Da Exame
Foto: Divulgação

Já é possível viajar de ônibus totalmente elétrico no Brasil: a Embarca, startup para vendas de passagens com investimentos da Expresso Princesa dos Campos, começará a testar a novidade durante 90 dias. Por ora, o modelo desenvolvido em conjunto com a chinesa BYD e a brasileira Marcopolo – que fabricam chassi e carroceria, respectivamente – fará apenas o trecho entre Curitiba e Ponta Grossa (PR).

Com capacidade para transportar 44 passageiros, o novo BYD D9F, com carroceria Viaggio 1050, tem até 300 quilômetros de autonomia. Ou seja, mais que o suficiente para cumprir o trecho de 118 km entre as duas cidades paranaenses. E, caso seja necessário recarregar as baterias no meio do caminho, todo esse processo pode levar até quatro horas, ainda que os freios também recuperem energia.

Segundo o monitor E-bus Radar, elaborado pelo Labmob e pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o Brasil já o quarto mais mercado mundial de ônibus elétricos – e vale reforçar que, em termos de ocupação, esse tipo de veículo equivale a três automóveis de passeio. Mas, de acordo com o relatório da Plataforma Nacional de Mobilidade Elétrica, o número deverá crescer mais até 2030.

Os testes de circulação terão início no dia 24 de agosto e, de acordo com a previsão da Embarca, deverá durar até 22 de novembro. Para Gilson Barreto, diretor executivo da Expresso Princesa dos Campos, o processo é importante para avaliar a viabilidade de um novo processo no transporte rodoviário e será um marco para a região de Curitiba (reconhecida pelos projetos de mobilidade urbana).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.