Transmissão automática traz vantagens

Da Revista Autobus
Fotos: Divulgação

Os motoristas são favorecidos com o uso da tecnologia, garantindo mais conforto na operação, pois deixam de realizar milhares de trocas de marchas diariamente

A operadora carioca Expresso Garcia, do transporte coletivo urbano na capital fluminense, fez um balanço após um ano e meio de operação com os seus cinco ônibus Mercedes-Benz OF 1721 equipados com as transmissões Allison da Série 3000™. De acordo com a transportadora, dentre as vantagens listadas está uma aceleração mais ágil, o que leva o veículo à sua velocidade de cruzeiro mais rapidamente, além da maior suavidade na operação pela ausência de trancos nas mudanças de marchas e do menor ruído dentro da cabine – já que as marchas são trocadas em regime de giros mais baixos do motor.

Segundo Bruno Sousa, diretor de Operações da Expresso Garcia, o primeiro período de avaliação dos ônibus automáticos trouxe surpresa, ainda que eles tenham circulado em condições adversas de uso contínuo por causa da pandemia. “Mesmo diante desses contratempos, ficamos satisfeitos com a qualidade das transmissões Allison em termos de operação, segurança e conforto para os passageiros”. Ainda, de acordo com a empresa, o conforto obtido no percurso leva alguns passageiros a até aguardar o veículo com transmissão automática para seguir viagem.

E não só os passageiros tiram proveito da tecnologia. Os motoristas também são favorecidos com o uso da mesma, garantindo mais conforto na operação, pois deixam de realizar milhares de trocas de marchas diariamente. “Eles destacam a facilidade de manuseio da caixa seletora, o rápido desenvolvimento da velocidade e a suavidade das trocas de marchas, o que aumenta o conforto para os passageiros e reduz o desgaste físico para os operadores no final do dia. Também destacaram a maior segurança dos ônibus em função da atuação da transmissão no sentido de que ela reduz marchas automaticamente nas descidas – situação detectada pelo inclinômetro – e nas diminuições de velocidade, atuando como grande auxiliar do freio motor”, observou Sousa.

A transportadora ressalta o atendimento recebido da Allison em todo o período de adaptação aos novos veículos, tanto no processo de calibração das transmissões às necessidades dos percursos, em termos de relevo e densidade de passageiros, quanto no treinamento que foi realizado com os seus motoristas. “Isso colaborou sensivelmente para que eles compreendessem melhor o funcionamento da transmissão e tivessem o conhecimento de como aproveitar ao máximo as vantagens que ela oferece”, finalizou o diretor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.