SP: Testes com ônibus elétrico da Marcopolo pela Suzantur em Santo André prosseguiram no fim de semana

Do Diário do Transporte
Foto: Divulgação

Os testes com um ônibus 100% elétrico da Marcopolo, feitos em parceria com a empresa Suzantur, prosseguiram no fim de semana na cidade de Santo André, no ABC Paulista.

A reportagem do Diário do Transporte encontrou o veículo na manhã deste sábado, 23 de outubro de 2021, na Av. Coronel Alfredo Fláquer (Perimetral), no centro de Santo André.

Por ser um modelo ainda em homologação, os testes são realizados sem passageiros, apenas com equipes técnicas tanto da empresa de ônibus como da fabricante.

O veículo está sendo avaliado quanto a tempo de recarga, autonomia de baterias e desempenho.

Um dos destaques verificado no local por onde o ônibus passava era o nível muito baixo de ruído.

Em meio aos demais ônibus e outros veículos à combustão, os baixos ruídos do veículo praticamente não eram percebidos.

Se pelo som, o ônibus não chamava a atenção, o mesmo não se poderia dizer do visual.

A carroceria Attivi, com design diferenciado em relação aos demais ônibus da cidade, passava o ar de modernidade. A cor verde, diferente do padrão da cidade, e os adesivos indicando que a propulsão era elétrica chamavam a atenção de quem passava pelas ruas.

De concepção integral inédita, o ônibus é de carregamento do tipo plug-in, conectando-se a estações de carga elétrica na garagem.

A Marcopolo ainda vai informar oficialmente os principais detalhes do ônibus, mas em nota ao Diário do Transporte na última quinta-feira (21), a fabricante disse que entende a mobilidade elétrica como tendência para o Brasil não só pela redução de emissões de poluentes, mas também dos custos operacionais.

O ABC Paulista, região onde está localizada a cidade de Santo André, na Grande São Paulo, é ao lado da capital, o local que reúne uma das maiores frotas de ônibus com baixas emissões no Brasil.

A razão disso é que parte da região é servida pelo Corredor Metropolitano ABD, por onde operam, em números aproximados, 85 trólebus, ônibus híbridos e um Dual Bus (elétrico híbrido + trólebus).

Os veículos são operados pela Next Mobilidade (Metra).

O Corredor conta ao todo com aproximadamente 270 veículos, liga são Mateus, na zona Leste da Capital Paulista, ao Jabaquara, na zona Sul, passando pelas cidades de Santo André, Mauá (Terminal Sônia Maria), São Bernardo do Campo e Diadema em 33 km de extensão e de Diadema ao Brooklin, zona Sul de São Paulo, em 12 km.

Ainda no ABC, a Suzantur de Santo André, a mesma que testa o ônibus elétrico da Marcopolo, possui em sua frota um ônibus elétrico híbrido (eletricidade e combustão) de carroceria Marcopolo Viale e chassis Volvo.

A região ainda deve contar com um BRT (Bus Rapid Transit), previsto no projeto de reformulação da rede da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), um corredor entre São Bernardo do Campo, Santo André, São Caetano do Sul, Terminal Tamanduateí (zona Sudeste da capital paulista) e Terminal Sacomã (zona Sudeste da capital paulista).

Com 17,3 km, o BRT ABC vai ser atendido por 82 ônibus 100% elétricos a bateria articulados de 23 m cada, operados pela Next Mobilidade, que também vai construir o sistema.

As operações são previstas para terem início parcial entre o fim de 2022 e início de 2023.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.