Projeto de lei prevê 30% de desconto a quem comprar bike elétrica nos EUA

Do Portal Automotive Business
Foto: Divulgação

Os EUA podem aprovar em breve uma nova lei oferecendo subsídio de 30% para pessoas que quiserem comprar bicicletas elétricas. O valor tem teto de US$ 1.500 e só vale para bikes com preço até US$ 8 mil (o que representa a maioria dos veículos). O projeto de lei é chamado de Electric Bicycle Incentive Kickstart for the Environment (E-BIKE) Act e foi proposto pelo congressista Jimmy Panetta (Partido Democrata). Agora, será analisado pelo Senado.

A medida faz parte de um pacote de incentivos à mobilidade elétrica chamado “Build Back Better” e proposto pelo presidente Joe Biden. A ideia é reformar as leis americanas que já existem para oferecer incentivos à compra de veículos elétricos. Entre outras ideias do pacote está um desconto de US$ 7.500 para automóveis elétricos (esse subsídio já existe, mas como desconto nos impostos), adicionar um desconto de US$ 4.500 para automóveis fabricados em fábricas sindicalizadas e muitas outras.

O desconto nas bicicletas dependeria da renda de cada família. Domicílios com renda de até US$ 75 mil por ano teriam acesso ao benefício integral. A partir disso, o benefício diminuiria gradativamente. Para chefes de família, porém, o teto subiria para US$ 112.500 e, para casais que solicitarem em conjunto, o teto para ter o benefício integral seria renda máxima anual de US$ 150 mil.

O ponto principal de toda essa movimentação é só um: transicionar a mobilidade dos EUA para modais com baixa ou nenhuma emissão de gases do efeito estufa. O ambientalismo é uma das bandeiras do governo Biden.

Nos EUA, as bicicletas elétricas são um negócio em rápida expansão. Segundo a empresa de pesquisas NPD Group, as vendas de bikes elétricas cresceram 165% entre 2019 e 2020, influenciadas pela pandemia. Outro estudo da mesma empresa apontou que, entre julho de 2020 e julho de 2021, o crescimento das vendas foi de 240%, o que foi muito mais do que as bicicletas em geral (15%). Isso indica que as bikes elétricas estão sendo preferência para o público em relação às tradicionais.

É uma bolha? É uma tendência que veio para ficar? Só o tempo irá dizer. O fato é que especialistas indicam a bicicleta como modal ideal para a realização da última milha em qualquer país. Resta esperar incentivos similares por aqui.

Por Victor Bianchin/AB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.