Greve dos rodoviários: STTU autoriza serviços extras de transporte público em Natal

Por UNIBUS RN
Foto: Andreivny Ferreira (UNIBUS RN)

A Prefeitura do Natal, através da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, anunciou a edição de portaria que prevê a autorização para outros tipos de veículos nas linhas de ônibus da capital potiguar enquanto durar a greve dos rodoviários. A paralisação começou hoje, 18, e afeta cerca de 200 mil pessoas em toda a cidade.

De acordo com a STTU, a portaria autorizará permissionários do transporte opcional a circularem no mesmo itinerário das linhas atendidas pelos ônibus.

Também será autorizada pelo órgão a circulação de veículos do transporte escolar, táxis, veículos operadores do transporte da região metropolitana e ônibus de turismo registrados no DER nos trajetos operados pelos ônibus em Natal.

A assessoria de imprensa da STTU informa que a portaria com a autorização será divulgada na edição de amanhã, 19, do Diário Oficial do Município.

Paralisação: A terça-feira começou mais complicada para quem precisa sair de casa. Além da chuva que causou transtornos em algumas das principais vias da cidade, teve início hoje uma greve dos trabalhadores das empresas de ônibus que operam o transporte urbano de Natal.

As seis empresas que disponibilizam ônibus na cidade foram afetadas e apenas 30% da frota prevista está nas ruas.

O movimento paredista é organizado pelo SINTRO / RN, sindicato que representa os trabalhadores rodoviários. É reivindicado pelos grevistas o cumprimento da data-base da categoria (previsto para o dia 1º de maio), o que não ocorreu nos últimos dois anos – consequentemente, não houve reajuste salarial neste período. Além disso, é reivindicado também a volta do valor do ticket alimentação para o que era pago antes da pandemia da COVID-19 (O valor foi reduzido de R$ 315 para R$ 180). Já o SETURN, sindicato que representa as empresas de ônibus de Natal, afirmou que as companhias não possuem condições de atender à pauta de reivindicações e solicitou a mediação do prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), para a resolução do problema com os trabalhadores. Até o fechamento da matéria, não havia alguma posição da prefeitura sobre a realização do encontro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.