Greve dos rodoviários: Empresários de ônibus descumpriram acordo e só haverá isenção com contrapartida, segundo titular da STTU

Da Tribuna do Norte
Foto: Thiago Martins (UNIBUS RN)

A greve dos ônibus segue em curso em Natal e a população, neste momento, tem somente 30% da frota à disposição. Até a manhã desta quarta-feira (19), não havia a confirmação sobre algum encontro marcado entre o Poder Executivo e rodoviários e empresários do setor de transporte público. A secretária de Mobilidade Urbana de Natal, Daliana Bandeira, garante que há a disposição de negociar, mas que vai exigir contrapartidas para concessão de benefícios.

Apesar da greve ser dos rodoviários, que buscam o pagamento de benefícios e aumento salarial, os empresários pressionam que a Prefeitura do Natal esteja na mesa de negociações para discutir a possibilidade de incremento na renda do setor para que seja possível arcar com o aumento nos gastos com pessoal. A STTU, contudo, disse criticou a postura dos empresários no ano passado e disse que é preciso haver garantias para que o Imposto Sobre Serviços (ISS) seja desonerado mais uma vez.

“A gente está disposta a ir para a mesa, mas que a gente tenha uma contrapartida. (No ano passado) Foi dada a isenção, mas tiveram linhas devolvidas, serviços retirados, desobediências a ordens de serviço que a STTU enviava e a população que ficou prejudicada. Precisamos que isso seja uma via de mão dupla”, criticou Daliana Bandeira, em entrevista à InterTV Cabugi.

Atualmente, as empresas estão com o ICMS para combustíveis isento, através de decisão do Governo do Estado, mas com a obrigatoriedade de manterem a linha circular da UFRN gratuita e não haver aumento na tarifa. Segundo o Seturn, sindicato que representa as empresas, a própria STTU já informou à justiça que, pelas contas atuais, a tarifa técnica deveria ser de R$ 4,12. Não há, porém, previsão para reajuste tarifário neste momento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.