Internacional: Parceria entre Equipmake e Beulas utilizará chassis Agrale em veículo elétrico

Por Truck & Bus Builder
Foto: Divulgação (Via Truck & Bus Builder)

A Equipmake Ltd, fabricante de trem de força elétrico, com sede em Norwich, Reino Unido, e a fabricante espanhola de ônibus Beulas SAU de Arbúcies, Espanha, anunciaram uma parceria com a maior operadora de ônibus de Londres,o Grupo Go-Ahead, pertencente à Newcastle Upon Tyne Plc, para realizar testes com ônibus elétrico de dois andares Beulas Jewel E. Os testes deverão começar no primeiro trimestre de 2022, em Londres, com vendas e produção em grande escala começando no final do ano.

O novo veículo será montado no recém-criado centro de fabricação da Equipmake, em Snetterton. O chassi do Jewel E será fornecido pela operação argentina da Agrale, fabricante brasileira de veículos, com sede em Caxias do Sul, com base no seu modelo de 17 toneladas de PBT. A carroceria do ônibus será construída nas instalações de Beulas em Girona, Espanha.

Apresentando um design modular de baterias de íons de lítio, os clientes podem escolher entre três tamanhos e opções de potência: 325kWh, 434kWh e 543kWh. A Equipmake afirma que este último representa a solução de bateria mais potente fornecida para um ônibus Doulbe Decker de dois eixos do mundo. A empresa também afirma que a autonomia será de até 300 milhas entre cargas.

Ian Foley, diretor-administrativo da Equipmake, comentou: “O ônibus Jewel E Double Decker possui a mais avançada tecnologia de trem de força elétrico para oferecer um veículo de elevada eficiência e de baixo custo, e é um dos primeiros que atendem aos cada vez mais rigorosos requisitos do transporte coletivo de Londres para ônibus que operam em toda a capital”.

Alimentado pelo motor elétrico interno Equipmake HTM 3500 , que pesa 195kg, o ônibus possui 3.500Nm de torque a 1.000rpm e potência de 400 kW. O veículo também possui Inversor Semikron SKAI para converter a energia das baterias e acionar o motor elétrico. Além disso, ambos os eixos e componentes de direção são fornecidos pela ZF.

O sistema patenteado da Equipmake de gerenciamento térmico comanda todos os componentes-chave do Drivetrain Zero Emission (ZED) – o motor HTM 3500, inversor e o pacote modular de baterias – e também o aquecimento do interior do veículo em dias de baixas temperaturas. O ZED foi projetado para operar em ônibus convencional e em breve será testado em Buenos Aires.

Foley acrescentou: “Tenho o prazer de anunciar nossa parceria com a Go-Ahead. Os testes com a maior operadora de ônibus de Londres nos permitirão continuar o desenvolvimento do veículo durante os ciclos de uso em condições reais em vias públicas, um passo vital para o aperfeiçoamento do ônibus elétrico de dois andares antes de entrar em serviço completo.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.