Podcast UNIBUS RN #15: Os reflexos de dois anos da pandemia da COVID-19 no transporte público

Por UNIBUS RN
Foto: Andreivny Ferreira (UNIBUS RN)

Há dois anos, exatamente em 11 de março de 2020, a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretara oficialmente o estado de pandemia de um novo tipo de Coronavírus em circulação em todo o mundo. Alguns dias depois, o presidente da república, Jair Bolsonaro, decretava no Brasil o Estado de Calamidade Pública, decorrente da pandemia. Nem o mais pessimista imaginaria naquele dia que, dois anos depois, quase 30 milhões de casos seriam registrados somente entre os brasileiros, deixando um triste saldo de mais de 658 mil mortos, conforme os números mais recentes reunidos pelo Consórcio de Veículos de Imprensa.

Estamos falando da COVID-19, um vírus que vem se mostrando completamente imprevisível, na área da saúde, e que vem trazendo inúmeros estragos nas outras áreas da sociedade. Sobretudo a econômica, onde está incluído o transporte público de passageiros.

Esse inimigo invisível e perigoso foi o responsável por restringir a circulação das pessoas e paralisar o funcionamento de diversas atividades comerciais por muito tempo, o que fez com que houvesse a deterioração da economia, causando a quebra de inúmeras empresas, aumentando o desemprego e a pobreza em várias localidades.

Por tabela, o transporte público, que é uma atividade essencial, também foi afetado, com a redução drástica de passageiros, a redução de frotas de ônibus em circulação, a demissão de trabalhadores rodoviários e a eminência de um colapso nessa atividade, que é vital para o desenvolvimento de uma cidade, de um Estado… Até mesmo de um país inteiro.

Quando a pandemia completou um ano, havia um cenário bem definido no Brasil que afetara também a situação do transporte público. Com o segundo aniversário da pandemia, há um momento mais positivo, que permita algum cenário de melhora a curto prazo? Ou o colapso do sistema continua inevitável?

E podemos somar também ao cenário causado atualmente pela pandemia os reflexos da guerra em andamento entre russos e ucranianos? Como o fornecimento de insumos importantes para o transporte, como o petróleo, podem modificar a situação aqui no Brasil ainda em meio aos reflexos causados pela pandemia?

Essas e outras questões são debatidas no episódio #15, abrindo a temporada 2022 do Podcast UNIBUS RN, que volta a falar dos reflexos da COVID-19 no transporte público. Andreivny Ferreira recebe dois convidados: Assim como no episódio anterior sobre o tema, está de volta o jornalista e busólogo pernambucano Rafael Fernandes (que já atuou no Grande Recife Consórcio de Transportes), além do busólogo, apresentador do programa Show da Tarde, da Rádio 98 FM de Natal, e mais novo repórter da Inter TV, afiliada potiguar da Rede Globo, Vinícius Marinho.

Ficha técnica:
Apresentação e direção geral: Andreivny Ferreira
Comentários: Rafael Fernandes e Vinícius Marinho
Produção: Thiago Martins
Sonoplastia e edição: Andreivny Ferreira
Agradecimentos: Vinícius Marinho e Jota Régis (Estúdio Top Sat)

Por fim, um lembrete especial: Você também pode ouvir os episódios anteriores no canal do Podcast UNIBUS RN em sua plataforma de áudio preferida. Inscreva-se ou siga agora mesmo: Anchor, Amazon Music, Apple Podcasts, Breaker, Castbox, Deezer, Google Podcasts ou Spotify.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.