FABUS: Produção de carrocerias de ônibus cresce quase 24% no primeiro quadrimestre

Da Revista Technibus
Foto: Arquivo (Marcopolo / Via Secco Comunicação)

As encarroçadoras de ônibus começam a ter sinais de melhora depois das dificuldades enfrentadas durante a pandemia da Covid-19. Em abril, a produção de 1.233 carrocerias de ônibus, embora tenha ficado 22,6% abaixo de março deste ano, foi 10,8% maior que abril de 2021, quando foram fabricados 1.113 veículos, segundo dados divulgado pela Associação Nacional dos Fabricantes de Ônibus (Fabus).

No acumulado de janeiro a abril de 2022, as empresas produziram 5.093 carrocerias de ônibus, aumento de quase 24% sobre os 4.120 ônibus que foram fabricados no primeiro quadrimestre de 2021.

O desafio das encarroçadoras em manter o ritmo de crescimento de produção de ônibus nos próximos meses se deve à falta de componentes, principalmente semicondutores, para a montagem dos chassis. Sem essas peças alguns chassis ficam parados nas fábricas, dificultando a montagem dos ônibus pelas encarroçadoras.

Do total de ônibus produzidos de janeiro a abril, a maior quantidade foi de urbanos, 2.304 carrocerias, que representaram 45,24% do total e aumento de 59,7% sobre as 1.443 carrocerias feitas no primeiro quadrimestre de 2021. Os rodoviários somaram 1.557 unidades, o que equivale a 30,57% de tudo o que foi produzido pelas empresas e aumento de 78,2% sobre o mesmo período do ano passado (874 ônibus).

De micro-ônibus, foram fabricados 1.163 veículos de janeiro a abril, 22,84% do total e retração de 10,1% sobre os 1.294 veículos fabricados no primeiro quadrimestre de 2021. De modelos intermunicipais, saíram da linha de montagem 69 ônibus, 86,4% a menos que janeiro a abril de 2021 (509 carrocerias) e a representatividade foi de 1,35% em todo o setor, segundo a Fabus.

Dos 5.093 ônibus produzidos no primeiro quadrimestre deste ano, 1.432 veículos são da Caio Induscar, 1.309 da Marcopolo, 782 da Mascarello, 664 da Neobus, 370 da Comil, 365 da Carbuss (Busscar) e 171 da Irizar.

Exportações: Nas exportações das encarroçadoras, também houve bons resultados no primeiro quadrimestre de 2022 com o embarque de 911 ônibus – 679 rodoviários, 177 urbanos e 55 micro-ônibus –, e um aumento de 53,7%, sobre os 593 veículos que foram vendidos no mercado externo de janeiro a abril de 2021.

A Marcopolo exportou 496 ônibus de janeiro a março de 2022, a Irizar 171, a Carbuss (Busscar) 95, a Comil 72, a Caio Induscar 58, e a Mascarello 19 veículos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.